Apenas em Chicago

Uber lança novo aplicativo de empregos para freelancers nos EUA

A Uber continua com seus planos de diversificar suas receita, apostando em um novo segmento para seus negócios: o mercado de freelancers

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Uber continua com seus planos de diversificar a receita, apostando agora em um novo segmento para seus negócios: o mercado de freelancers. O projeto foi batizado de “Uber Works” e lançado nos EUA nessa sexta-feira (04). Por enquanto, a novidade funcionará apenas na cidade de Chicago, mas a própria empresa afirmou que tem “planos de expandir para mais áreas em breve”, sem especificar locais.

Em uma postagem em seu site, a Uber explicou que fez parceria com empresas locais em Chicago para oferecer funções em algumas categorias de trabalho que são usualmente ocupadas por empregados temporários e freelancers, como jardinagem, estoquista, serviços de limpeza em geral e atendimento ao cliente. A também plataforma inclui serviços de barman e cozinheiros.

A Uber também explicou que o raciocínio por trás do Uber Works é que juntar oferta de trabalho e tecnologia pode fornecer meios mais rápidos e fáceis para as pessoas serem contratadas. “Queremos oferecer uma melhor compreensão das muitas oportunidades de trabalho disponíveis – melhorando a experiência para trabalhadores e empresas”, escreveu a companhia.

PUBLICIDADE

O lançamento da nova plataforma acontece em meio a um ano desafiador para a Uber, principalmente pelo decepcionante IPO no primeiro semestre e por conta dos seus péssimos resultados financeiros.

Focar em freelancers não é inovação

O Uber Works está longe de ser a primeira plataforma online a combinar trabalhadores com empregos temporários. Nos EUA, plataformas como a Fiverr fornecem serviços dessa maneira. Já no Brasil, também existem empresas que realizam a conexão entre o freelancer e as vagas de trabalho disponível.

A GetNinjas é um dos exemplos nacionais nesse modelo de negócios. Com sede em São Paulo, a empresa gerencia uma plataforma online que conecta clientes a prestadores de serviços por todo país. Lançado em 2011, a plataforma disponibiliza uma gama enorme de ocupações, que vão desde profissionais de reformas e serviços domésticos, até professores de francês e arquitetos, por exemplo. De acordo com a própria GetNinjas, 240 mil clientes utilizam o serviço por mês.

Dinamizando as relações de trabalho

A Uber talvez seja a maior pioneira dos novos conceitos acerca da economia do trabalho, já que seu principal aplicativo de carona depende de milhões de motoristas classificados como contratados independentes, em vez de funcionários completos.

Essa classificação significa que a companhia não precisa pagar aos motoristas por licença médica ou férias e está sendo contestado por motoristas em todo o mundo. No Brasil, o STJ decidiu que os motoristas são trabalhadores independentes, mas na Califórnia, cidade-sede, a empresa perdeu essa batalha recentemente.

Faça seu dinheiro trabalhar para você. invista. Abra sua conta na XP Investimentos – é grátis

PUBLICIDADE