Nas alturas

Uber e Hyundai anunciam parceria para fabricação de carro voador

Iniciativa integra o Uber Elevate que quer transformar a locomoção aérea em realidade.

Carro elétrico fabricado em parceria com a Uber e Hyundai
Divulgação
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Uber acaba de dar mais um passo nos seus planos de ingressar no mercado de viagens aéreas. A companhia anunciou na última segunda (6), uma parceria com a Hyundai Motor Company para o desenvolvimento do Uber Air.

Durante o evento Consumer Electronics Show (CES), as empresas apresentaram o conceito de aeronave em escala completa, os eVTOLs (sigla em inglês para veículo elétrico de pouso e decolagem verticais).

A concepção apresentada pela Hyundai, primeira empresa automotiva a aderir à iniciativa do Uber Elevate, foi criada em conjunto com a equipe comandada por Mark Moore, diretor de engenharia da aviação da Uber.

Aprenda a investir na bolsa

Utilizando uma abordagem inspirada na Nasa, a multinacional americana de transportes divulga publicamente conceitos de projeto de veículo para que qualquer empresa possa usá-lo para inovar seus modelos de táxi aéreo e tecnologias de engenharia.

Nesta parceria, a Hyundai produzirá e implantará os veículos aéreos e a Uber fornecerá serviços de suporte ao espaço aéreo, conexões para transporte terrestre e interfaces com os usuários por meio de uma rede de compartilhamento de viagem aérea, o Uber Air.

Em nota, as companhias informaram que estão colaborando juntas nos conceitos de infraestrutura para apoiar a decolagem e o pouso desta nova classe de veículos.

“Acreditamos que a Hyundai tem o potencial de construir veículos Uber Air a taxas nunca vistas na indústria aeroespacial atual, produzindo aeronaves confiáveis e de alta qualidade em grandes volumes para reduzir os custos de usuários por viagem”, Eric Allison, líder do Uber Elevate.

Ao InfoMoney, Mark Moore afirmou que pretende colocar os “ubers voadores”, que deve ter São Paulo entre as cidades prioritárias para implementação do serviço, à disposição de seus usuários já em 2023.

Leia também:
Como os “carros voadores” da Uber estão saindo do laboratório para o mundo real

Seguro e espaçoso

PUBLICIDADE

O modelo desenvolvido, o S-A1 da Hyundai, será 100% elétrico e foi projetado para uma velocidade de navegação de até 180 milhas/h (290 km/h), uma altitude de navegação de 1.000-2.000 pés (300 a 600 metros) acima do solo e para viagens de até 60 milhas (100 km).

Com capacidade para quatro passageiros (e espaço para uma mala pessoal ou mochila por pessoa), os veículos serão pilotados inicialmente, mas com o tempo eles se tornarão autônomos.

Para aumentar a segurança da aeronave, o modelo da Hyundai utiliza propulsão elétrica distribuída, alimentando vários rotores e hélices em torno da estrutura da aeronave diminuindo qualquer ponto único de falha.

A estrutura também diminui os ruídos em relação aos grandes helicópteros de rotor com motores de combustão.

Invista nas maiores empresas do país. Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos.