Novos negócios

TIM obtém direito de comprar participação no banco C6

Empresas têm parceria estratégica desde março de 2020

(Divulgação/TIM)

(ANSA) – A TIM Brasil anunciou nesta segunda-feira (1º) que obteve o direito de ter uma participação acionária minoritária no banco digital C6, com quem a operadora possui uma parceria desde março do ano passado.

A possibilidade de exercer esse direito dependia do atingimento de metas estabelecidas no acordo, que foram alcançadas em dezembro de 2020.

“A TIM obteve, no âmbito da parceria estratégica firmada com o Banco C6, o direito ao exercício de Bônus de Subscrição equivalente a participação indireta de aproximadamente 1,4% do capital social do C6”, diz um comunicado ao mercado divulgado pela empresa de telefonia.

Segundo a TIM, esse direito será exercido “no momento em que a administração da companhia julgar mais oportuno”. “Importante destacar que o mencionado Bônus de Subscrição concederá à TIM, quando exercido, uma posição minoritária e sem posição de controle ou de influência significativa na administração do C6”, acrescenta o comunicado.

Em fevereiro de 2020, o C6 tinha 1,5 milhão de contas abertas, número que saltou para 4 milhões em novembro. Atualmente, o banco totaliza R$ 5,3 bilhões em ativos e realiza mais de R$ 1,5 bilhão em transações a cada mês.

“Em menos de um ano, a parceria entre as empresas gerou um número expressivo de contas abertas através das ofertas combinadas de serviços de telecomunicações e financeiros, o que reforça o relacionamento entre TIM e C6”, afirma a operadora.

Profissão Broker: série do InfoMoney mostra como entrar para uma das profissões mais estimulantes e bem remuneradas do mercado financeiro em 2021. Clique aqui para assistir