Entenda

Small cap fará grupamento de 40 mil ações para 1, mas ela não custará uma “fortuna”; entenda

Uma informação preciosa, localizada no rodapé do comunicado enviado pela Ampla Energia ao mercado explica por que a ação não custará R$ 40.000 na Bovespa

Por  Marcos Mortari

SÃO PAULO – Com poucas negociações na Bovespa, a Ampla Energia (CBEE3) realizará um grupamento de ações na ordem de 40 mil para 1, conforme aviso aos acionistas enviado pela companhia em 15 de dezembro do ano passado, após assembleia geral extraordinária. No entanto, ao contrário do que se pode imaginar em um primeiro momento, as ações que hoje estão cotadas na casa dos R$ 1,09 não passarão a valer uma fortuna com a operação. Se grandes alterações no valor de um papel com tão baixa liquidez diária — volume médio de apenas R$ 234,25 — não ocorrerem nesta sessão, eles abrirão pouco acima dos R$ 40,00.

Mas se o grupamento é de 40.000 ações para uma, por que os ativos da Ampla Energia não passarão a ser negociados a mais de salgados R$ 40 mil? Uma informação preciosa, localizada no rodapé do comunicado explica: “a partir de 15/01/2016 as ações de emissão dessa empresa passam a ser negociadas na forma grupada de 40.000/1, cotadas unitariamente e com o novo lote padrão de negociação de 100 ações”. De acordo com informações do site da BM&FBovespa, o lote de ações CBEE3 é formado hoje por 100.000 papéis. Com isso, uma mudança do lote de 100.000 para 100 faz com que o grupamento de 40.000 seja, na prática, um grupamento de 40 para 1.

Situação semelhante ocorreu em junho do ano passado com a Tec Toy (TOYB3; TOYB4), penny stock que havia anunciado grupamento na ordem de 100.000 para um. No entanto, o valor da ação no dia do grupamento foi apenas multiplicado por dez, por conta da diferença da composição do lote.

As informações foram confirmadas pela área de relações com investidores da Ampla Energia, que ainda contou à reportagem que a empresa encaminhará à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), através de fato relevante e aviso aos acionistas, o resultado do grupamento e os próximos passos e orientações. Ainda está prevista para 29 de janeiro a realização de um leilão das frações remanescentes da operação, conforme ata da AGE.

Compartilhe