Destaque de alta

SLC Agrícola sobe 3,5% após HSBC incluir ação em carteira recomendada

Banco estima dólar em R$ 2,30 no ano que vem, o que deve impulsionar os próximos resultados da companhia

SÃO PAULO – Em um dia atípico, com volume financeiro acima da média, as ações da SLC Agrícola (SLCE3) marcam alta considerável nesta sexta-feira (14). Às 16h26 (horário de Brasília), os papéis da companhia registravam avanço de 3,54%, cotados a R$ 18,74. Até o momento, os ativos SLCE3 movimentaram R$ 4,5 milhões, bem acima da média diária dos últimos 21 pregões – cerca de R$ 3 milhões.

Um dos motivos para a alta pode estar associado à melhor percepção da equipe de análise do HSBC para os próximos resultados da empresa. Diante da expectativa de que a taxa de câmbio fique em R$ 2,30 no ano que vem, o banco inclui os papéis da SLC em sua carteira recomendada.

“Acreditamos que a empresa está em posição para ser favorecida pela desvalorização do real e que o recente enfraquecimento da ação propicia um ponto de entrada interessante”, escreveram os analistas em relatório. Eles ainda ressaltam o preço das terras, que são baseados em dólares, favorecendo a receita da companhia em relação aos custos. Os analistas ainda apontam para um balanço sólido, com baixa alavancagem, sendo apenas metade em dólares.