Podcast

Ser Educacional: a história do menino pobre que criou um dos maiores grupos de ensino do país

Janguiê Diniz afirma, em entrevista ao infoMoney, que os estudos fazem parte da "transformação digital" que a Ser vem fazendo

SÃO PAULO – Um dos lemas do empresário paraibano Janguiê Diniz é que uma empresa tem apenas duas opções: crescer ou morrer. Quando a empresa em questão possui capital aberto e centenas de investidores para agradar, o lema se torna ainda mais verdadeiro.

É diante desse cenário que o grupo Ser Educacional (SEER3), fundado por Janguiê, estuda entrar em novos segmentos, como o de educação básica, e ainda avançar nos chamados cursos livres (cursos não regulamentados pelo Ministério da Educação).

PUBLICIDADE

“São dois mercados interessantes [ensino básico e curso livre] e que estamos estudando. Hoje eu tenho uma escola privada que é um investimento meu fora do grupo e pode vir a ser incorporado pela Ser”, afirma Janguiê, que é presidente do conselho de administração do grupo, em entrevista ao InfoMoney no podcast Do Zero ao Topo

A escola a que Janguiê se refere é a Conecta, inaugurada este ano em Recife e que possui um currículo focado em estimular o empreendedorismo desde o ensino básico. “É um modelo inovador que está sendo validado em Recife e pode ser replicado em todo o país”, diz.

A educação básica também é o foco de expansão das duas maiores concorrentes da Ser: a Yduqs (ex-Estácio) e a Cogna (ex-Kroton).

Na parte de cursos livres, a Ser Educacional já oferece algumas opções como cursos de idioma e cursos técnicos profissionalizantes. “Hoje o diploma ainda é valioso no Brasil, mas está ficando cada vez mais claro que o que importa é o conhecimento e não o diploma em si”, explica Janguiê.

O empresário afirma que a Ser Educacional vem passando por uma “transformação digital” e que os estudos para ampliar suas atuações fazem parte dessa ambiente.

“A Ser está passando por uma grande transformação digital, que vem se desenvolvendo há dois anos e que deve ser implementada no próximo ano. Nós queremos deixar de ser uma instituição transmissora de conhecimento para ser uma instituição de tecnologia digital, que vai oferecer os mecanismos para que os alunos descubram o conhecimento”, diz.

A história da Ser Educacional e de Janguiê Diniz, que cresceu em uma família pobre e começou a trabalhar como engraxate ainda na infância, é tema do 25º episódio do podcast Do Zero ao Topo. O programa está disponível no player acima e também no SpotifySpreakeriTunesGoogle PodcastsDeezer e Castbox. É possível também fazer o download clicando aqui.