Desagradou

Resultado da T4F não atinge estimativas e ações têm forte queda

Lucro líquido de R$ 12,5 milhões vem abaixo dos R$ 15,6 milhões projetados pelo Bradesco; BTG corta preço-alvo e projeções

*Atualizado às 15h54 (horário de Brasília)

SÃO PAULO – Depois das principais linhas do resultado trimestral da Time For Fun (SHOW3) frustrarem as projeções, as ações da companhia sofrem forte recuo de 9,42% no pregão desta sexta-feira (9), segundo cotação das 15h41 (horário de Brasília). No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice acionário da bolsa, mostra alta de 0,94%.

Em relatório, a equipe do Bradesco projetava um lucro líquido de R$ 15,6 milhões para a empresa no período de julho a setembro. No entanto, a T4F anunciou ganhos de R$ 12,5 milhões, que, além de ser abaixo da estimativa, é 29% inferior ao reportado no mesmo trimestre de 2011.

Já a equipe de análise do BTG Pactual vai além e os fracos números os levaram a reduzir o preço-alvo dos papéis, para R$ 17,00, o que significa um potencial teórico de valorização de 52,4% sobre o último fechamento.

As projeções para lucro líquido e Ebitda (geração operacional de caixa) também foram severamente afetadas. Para a primeira, o corte foi de 32% neste ano, para R$ 62 milhões, e 24% para o próximo, aos R$ 93 milhões. Já para a segunda, a revisão foi de 15% neste ano, para R$ 110 milhões, e de 18% para o próximo, para R$ 130 milhões.

“Resultados mais fracos no terceiro trimestre e evidências que as vendas de ingressos para os shows de Lady Gaga e Madonna estão relativamente fracas nos levam a acreditar que os resultados na segunda parte do ano será menos forte do que o originalmente esperado”, escrevem Carlos Sequeira, Bernardo Miranda, Fabio Levy e Bruno Andreazza.

Lucro, receita e Ebitda abaixo do esperado
O comunicado de divulgação dos números defende que essa queda no lucro foi causada por conta do resultado financeiro líquido e pela variação cambial sobre saldos de empréstimos com subsidiárias.

As receitas financeiras caíram à mais da metade no período analisado, para R$ 3,5 milhões, ao passo que as variações cambiais, que no ano passado representavam ganhos de R$ 2,4 milhões, agora mostram perdas de R$ 2,2 milhões.

Apesar disso, as demais linhas do balanço também não alcançaram as projeções do Bradesco. Os analistas esperavam um faturamento de R$ 140,9 milhões e um Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 23,5 milhões, enquanto a empresa revelou uma receita de R$ 137,7 milhões e um Ebitda de R$ 22,6 milhões. 

PUBLICIDADE

Ebitda do ano menor que em 2011
Também vale notar que a própria T4F alertou que o Ebitda desse ano deverá ser inferior ao do ano passado. “Apesar das nossas expectativas de finalizar o ano com importante crescimento de receita líquida, o baixo desempenho de vendas dos shows outdoor (15 apresentações) a se realizarem nos meses de novembro e dezembro, os quais trazem um importante volume de custos de cachê e produção, nos levam a esperar um EBITDA para 2012 não superior ao realizado no ano de 2011”, mostra o comunicado.

Mesmo assim, a empresa se diz confiante no potencial de crescimento nos mercados em que opera, tal como mostra otimismo com o modelo de negócios, baseado em plataformas diversificadas, aumento da cobertura geográfica e busca pela verticalização das atividades.