Combate a pandemia

Regeneron diz que terapia para Covid-19 reduz carga viral

O tratamento parece ser o mais eficaz para pessoas com maior risco, como pacientes idosos e com outros problemas de saúde

Enfermeiros preparam o Hospital de Verduno, na Itália, para receber os pacientes infectados com o coronavírus (covid-19)
(MARCO ALPOZZI/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO)
Aprenda a investir na bolsa

(Bloomberg) — A Regeneron Pharmaceuticals disse que dados de um ensaio clínico em estágio final sugerem que sua terapia com coquetel de anticorpos para a Covid-19 reduz significativamente os níveis de vírus e a necessidade de mais cuidados médicos.

Os resultados oferecem outro sinal positivo na corrida para encontrar tratamentos para o coronavírus. Pacientes não hospitalizados que receberam a terapia tinham 57% menos probabilidade de necessitar de cuidados médicos posteriormente, e 2,8% dos que receberam o anticorpo e 6,5% dos que receberam placebo foram atendidos por um profissional de saúde em 29 dias.

A empresa com sede em Tarrytown, Nova York, compartilhou os resultados com reguladores dos EUA, que atualmente avaliam o coquetel de anticorpos para uma autorização de uso emergencial para pacientes de alto risco com casos leves a moderados de Covid. A terapia da Regeneron foi administrada ao presidente dos EUA, Donald Trump, no início do mês, depois que ele testou positivo para o coronavírus.

Aprenda a investir na bolsa

Como a terapia mostrou benefícios semelhantes com doses altas e baixas, a Regeneron avalia uma mudança na dosagem usada em outros estudos ambulatoriais em andamento. Uma dose mais baixa pode ajudar a estender o limitado estoque disponível do medicamento.

O tratamento parece ser o mais eficaz para pessoas com maior risco, como pacientes idosos e com outros problemas de saúde, como obesidade, doenças cardíacas, pulmonares, de fígado ou renal, disse a empresa. Pacientes que apresentavam níveis virais mais altos, ou que produziam níveis mais baixos de anticorpos, tinham maior probabilidade de responder ao tratamento.

“Continuamos a observar efeitos mais fortes em pacientes que estão em maior risco de resultados ruins devido à alta carga viral”, disse o diretor científico da empresa, George Yancopoulos.

O tratamento da Regeneron, chamado REGN-COV2, consiste em dois anticorpos monoclonais contra a chamada proteína spike do coronavírus.

É considerado um dos possíveis tratamentos mais promissores para o coronavírus em estudo. Resultados preliminares de um ensaio clínico lançado pela Regeneron em setembro mostraram que o medicamento pode ajudar a tratar pacientes com coronavírus não hospitalizados, reduzindo os níveis e sintomas do vírus, disse a empresa.

Outras empresas que testam tratamentos de anticorpos incluem a Eli Lilly, AstraZeneca e GlaxoSmithKline com a parceira Vir Biotechnology.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

PUBLICIDADE