Correção

Refletindo ajuste dos ADRs, ações da Cemig lideram as perdas do Ibovespa

Papéis da companhia negociados na Nyse recuaram 4,97% na segunda-feira, dia em que a BM&FBovespa estava fechada por conta da véspera de Natal

arrow_forwardMais sobre
(Divulgação/Cemig)

SÃO PAULO – As ações da Cemig (CMIG4) lideram as perdas do Ibovespa na manhã desta quarta-feira (26), refletindo o movimento negativo visto na segunda-feira (24) dos seus ativos negociados na Nyse (New York Stock Exchange). Às 11h20 (horário de Brasília), os papéis CMIG4 recuavam 2,62%, cotados a R$ 22,66, tendo chegado a cair 3,27% na mínima do dia. No mesmo horário, o Ibovespa avançava 0,17%.

Na última segunda-feira (24), dia em que a Bovespa estava fechada por conta da véspera de Natal, os ADRs (American Depositary Receipts) da Cemig foram penalizados no mercado norte-americano, quando caíram 4,97%, aos US$ 12,23 – e chegaram na mínima do dia à uma queda superior a 10%. O movimento sugeria a abertura em queda neste pregão, tendo em vista que o preço das ações negociadas por aqui e dos ADRs estão diretamente relacionados.

Vale mencionar que na última sexta-feira (21) as ações da companhia elétrica mineira subiram 6,45%, na máxima do dia após o conselho de administração da empresa aprovar o pagamento de proventos no valor de R$ 3,3 bilhões. Além disso, a estatal suspendeu investimentos na hidrelétrica São Simão por 120 dias. Segundo a empresa, a suspensão decorre das incertezas com a medida provisória 579, que trata da renovação antecipada e condicionada de concessões do setor elétrico que venceriam entre 2015 e 2017.