Startup

QuintoAndar: os próximos passos do mais novo unicórnio brasileiro

A captação acontece apenas nove meses após a empresa anunciar uma rodada de investimentos de R$ 250 milhões

SÃO PAULO – Há meses na lista das promessas de unicórnios brasileiros, o QuintoAndar, plataforma de aluguel residencial, anunciou nesta terça-feira (10) um aporte que definitivamente a coloca na lista das startups que valem mais de US$ 1 bilhão.

O aporte, de US$ 250 milhões (mais de R$ 1 bilhão), foi liderado pelo conglomerado japonês SoftBank Group. Além do valor, chama atenção o momento do anúncio: a captação acontece apenas nove meses após a empresa anunciar uma rodada de investimentos de R$ 250 milhões. 

“Em 2019 estamos tendo um crescimento bem acima do projetado em novembro do ano passado [durante a captação de R$ 250 milhões]. Em paralelo a isso, o Softbank criou um novo fundo e mostrou interesse em nosso negócio. Foi isso o que nos levou a fechar mais uma rodada no momento”, afirma Gabriel Braga, cofundador e presidente da companhia, em entrevista ao InfoMoney.

PUBLICIDADE

Criada em Campinas (SP) em 2013 por Braga e André Penha, a empresa chamou a atenção do mercado por ser uma plataforma de aluguel que não exige garantias como fiador ou seguro fiança. 

Para contar a história da rápida ascensão da empresa o podcast Do Zero ao Topo realizará um episódio especial com plateia no dia 25 de setembro. A gravação será aberta ao público e contará com a presença de André Penha, cofundador da QuintoAndar. É possível realizar a inscrição clicando aqui. 

O destino do novo aporte 

Os US$ 250 milhões devem servir para intensificar os investimentos do QuintoAndar em três frentes diferentes. A principal delas é sua expansão no Brasil. Hoje, a startup atua em 25 cidades nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O crescimento deste ano deve se dar nestas regiões. Enquanto a expansão para Norte de Nordeste deve acontecer apenas a partir do próximo ano.

A segunda frente para a qual o dinheiro do aporte deve ser utilizado para aprimorar a  tecnologia da plataforma. Já a terceira frente seria a expansão internacional. “Ainda estamos analisando os mercados. Não há nada definido, mas é provável que a gente comece a expansão por algum país da América Latina”, afirma Braga. A entrada em novos países deve acontecer no próximo ano.  

Rodadas de investimento:

AnoValor Investidores
1º Trimestre de 2015 (Series A)R$ 20 milhõesKaszek Venture e angels
4º Trimestre de 2016R$ 50 milhõesRuaneCunniff, QED e Qualcomm Ventures
4º Trimestre de 2018 R$ 250 milhõesGeneral Atlantic (+anteriores)
3º Trimestre de 2019 R$ 1 bilhão SoftBank, Dragoneer, General Atlantic e

Kaszek

Quer investir nas maiores empresas do país? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos.