RADAR INFOMONEY Por que a Bolsa sobe e o PIB cai? O Ibovespa segura os 120 mil pontos, diante do caos na economia?

Por que a Bolsa sobe e o PIB cai? O Ibovespa segura os 120 mil pontos, diante do caos na economia?

Balanço

Prejuízo da CCX alcança R$ 26,45 milhões no terceiro trimestre

Despesas da empresa atingem R$ 25,7 milhões entre os meses de julho e setembro

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A CCX (CCXC3) divulgou nesta quinta-feira (8) seu resultado referente ao terceiro trimestre, quando foi apresentando prejuízo de R$ 26,45 milhões e despesas gerais e administrativas de R$ 25,7 milhões, refletindo a estrutura operacional da companhia, após a cisão da MPX (MPXE3). 

Em comunicado, a adminstração da empresa apontou que segue o processo de obtenção de licenças e permissões que possibilitará desenvolver seu projeto de mineração de carvão na Colômbia. “O processo de identificação de um parceiro estratégico está em andamento e temos um data room disponível para consulta por parte dos players interessados”, disse José Gustavo de Souza Costa, diretor presidente e de relações com investidores da empresa. 

O processo de obtenção de licenças e permissões que está em curso tem duas frentes simultâneas, informa a empresa: uma com foco nas minas de San Juan e de Cañaverales, em conjunto com o traçado de ferrovia, e outra com foco no porto. 

A empresa disponibiliza de R$ 581,5 milhões em caixa até 30 de setembro, enquanto o endividamento soma R$ 455 milhões, composto por obrigações de curto prazo. Cerca de 90% das dívidas da empresa estava em dólares norte-americanos, sendo o restante denominada em pesos colombianos. 

Já os investimentos, alcançaram R$ 60,4 milhões no terceiro trimestre, sendo atribuídos na maior parte em desenvolvimento de minas. Durante o ano, a CCX estima realizar investimentos de R$ 270 milhões, o que deixa R$ 13 milhões destinados ao quarto trimestre.