De vento em popa

Preço das ações da Amazon e Facebook registram novos recordes em meio à pandemia

Desempenho positivo das empresas de tecnologia durante a pandemia fez índice Nasdaq reverter as perdas do ano

ícones de google, amazon, facebook e apple em uma tela de celular
(Shutterstock)

SÃO PAULO – As ações do Facebook e da Amazon atingiram novos recordes de preço durante as negociações desta quarta-feira (19), enquanto parte do mercado ainda enfrenta perdas devido à pandemia de coronavírus.

Os papéis do Facebook subiram mais de 6%, alcançando um valor recorde de US$ 230,75 por ação. A máxima acontece um dia após a companhia anunciar o lançamento de uma plataforma de vendas no Facebook e no Instagram para pequenos empresários.

O novo recurso permite que as empresas criem lojas digitais nas redes sociais, nas quais possam hospedar seus catálogos de produtos e se conectar com os consumidores. A ferramenta conta com a integração de outros produtos da empresa, como WhatsApp e Messenger, para que o processo de venda seja feito dentro do aplicativo.

PUBLICIDADE

O usuário poderá marcar produtos que estão em alguma loja do Facebook por meio de transmissão ao vivo, permitindo que influenciadores conectem seus patrocinadores quando estiverem realizando lives. Os serviços começaram a ser liberados nos Estados Unidos, mas não possuem previsão de chegada ao Brasil.

(Novo recurso permite a criação de uma loja virtual no Facebook. Divulgação)

Já as ações da Amazon tiveram alta de até 1,6%, ultrapassando o preço de US$ 2.490 por ação em alguns momentos do pregão desta quarta, atingindo uma nova máxima histórica. Até 15 de maio, os papéis da companhia registraram valorização de 30,4% no ano.

A varejista online tem garantindo bons desempenhos durante a pandemia, já que as medidas restritivas de distanciamento social forçaram uma mudança no perfil de consumo das pessoas, que passaram a realizar mais compras virtuais.

O Goldman Sachs elevou sua meta de preço das ações da Amazon para US$ 2.900, apostando na atuação da empresa criada por Jeff Bezos a longo prazo. O banco calcula sua nova meta de preço a partir de uma avaliação da soma da atuação da companhia no varejo, na AWS e em seus negócios de anúncios.

Por conta do desempenho das empresas de tecnologia que compõem a sigla FAAMG (Facebook, Apple, Amazon, Microsoft e Google), o índice Nasdaq apagou suas perdas para 2020.

Quer viver do mercado financeiro ou ter renda extra? Experimente de graça o curso do Wilson Neto, um dos melhores scalpers do Brasil

PUBLICIDADE