Desinvestimentos

Petrobras escolhe BofA para gerenciar programa de US$ 5 bi em venda de ativos, diz Reuters

Vale ressaltar que, em meados de abril, foi destacado que o BofA fora escolhido como o assessor para venda de ativos, o que gerou especulação uma vez que o banco elevou a recomendação para os ativos da estatal dias depois

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Petrobras (PETR3;PETR4) contratou o Bank of America Merrill Lynch para gerenciar uma parte do plano de desinvestimentos bilionário da companhia, de acordo com três fontes ouvidas pela agência de notícias Reuters. Os desinvestimentos com essa operação são estimados em US$ 5 bilhões. 

A empresa já abordou entre 10 e 15 grandes companhias de petróleo sobre o plano, disseram as fontes, que não quiseram ser identificadas uma vez que o assunto é privado.

A Petrobras, que espera vender US$ 13,7 bilhões de ativos não-estratégicos neste ano e no próximo, não respondeu aos pedidos de comentários da Reuters, enquanto o BofA se recusou a comentar.

Aprenda a investir na bolsa

As fontes apontaram que grandes empresas, incluindo a Total, Exxon, BP, Statoil e Shell tinham sido contatadas e podem expressar interesse em comprar os ativos.

 Uma das fontes, contudo, disse que as decisões ainda vão ser tomadas e destacou que ainda não foi estabelecido nenhum acordo.

Vale ressaltar que, em meados de abril, o jornal Valor Econômico havia destacado que o BofA foi escolhido como o assessor para a potencial venda dos ativos em águas profundas. E o que veio depois gerou polêmica, conforme destacado pelo blog Veja Mercados na época, uma vez que o BofA elevou a recomendação dos ADRs (American Depositary Receipts) da companhia para compra, depois de meses com recomendação neutra no papel.