Acidente

Petrobras confirma morte de 3 pessoas em explosão e 6 continuam desaparecidos

Diferente do que tinha sido dito mais cedo pela Bloomberg, quando falaram em 15 feridos, a estatal confirmou que foram 10 funcionários feridos

SÃO PAULO – Após confirmar que 3 pessoas morreram e outras 10 ficaram feridas nesta quarta-feira (11) com a explosão de um navio-plataforma no litoral Norte do Espírito Santo, a estatal Petrobras (PETR3; PETR4) informou que o navio-plataforma já está estabilizado e que outras 6 pessoas ainda estão desaparecidas. A companhia disse ainda na nota que lamenta o ocorrido. Mais cedo, algumas agências de notícias chegaram a falar em 15 feridos. 

Segundo reportagem da Folha Vitória, os feridos foram conduzidos de helicóptero da Petrobras e foram levados para os hospitais Jayme Santos Neves e Vitória Apart Hospital. De acordo com a Infraero, o funcionamento do aeroporto não será afetado. Cerca de 30 funcionários foram retirados da plataforma, disse à Reuters o diretor do Sindipetro ES, Davidson Lombo.

A FPSO operava nos campos de Camarupim e Camarupim Norte, a cerca de 80 quilômetros da capital do Estado, Vitória. Segundo a Secretaria de Saúde do Espírito Santo, foi acionado esquema para receber feridos no aeroporto de Vitória. A FPSO produziu em média 2,5 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia e 2 mil barris de petróleo por dia em dezembro, segundo Rangel.