Combustíveis

Petrobras assumirá compromisso de praticar preços de mercado, mas sem fórmula concreta

Compromisso de reajustar combustível a preços de mercado deve ser assumido formalmente no plano de negócios da companhia, em junho, segundo apurou a Folha de S. Paulo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Petrobras (PETR3;PETR4), para reforçar a credibilidade junto aos investidores, assumirá formalmente o compromisso de praticar preços de mercado na venda de combustíveis em seu novo plano de negócios. O plano deve ser divulgado na primeira quinzena de junho, de acordo com informações da Folha de S. Paulo.

Porém, a equipe do presidente da estatal, Aldemir Bendine, também acredita que os preços precisam ser reajustados na prática para recuperar a confiança.

Por outro lado, segundo apurado pelo jornal, é pouco provável que a estatal se comprometa com uma fórmula concreta de reajuste de gasolina e diesel, como chegou a ser cogitado algumas vezes pela ex-presidente da petroleira, Graça Foster.

Aprenda a investir na bolsa

De acordo com dados do CBIE, a política de segurar os preços dos combustíveis fez com que a estatal deixasse de ganhar R$ 55 bilhões entre 2011 e 2014.