Petrobras anuncia perfuração na área do poço Carioca, no litoral paulista

Consórcio do Bloco BM-S-9 é operado pela Petrobras (45%) em parceria com a BG E&P Brasil (30%) e Repsol (25%)

Por  Maria Cecília Ferraz Fontes

SÃO Paulo – A Petrobras (PETR3, PETR4) anunciou no fim da noite da última sexta-feira (12) a perfuração de mais um poço na área de Carioca, localizada no Bloco BM-S-9.

De acordo com comunicado, o novo poço denominado 4-SPS-81A (4-BRSA-973A-SPS), informalmente conhecido como Abaré, está localizado a 35 km ao sul do poço descobridor 1-BRSA-491-SPS (Carioca) e a 293 km do litoral do estado de São Paulo.

“Esta nova descoberta foi comprovada através de amostragem de petróleo de boa qualidade, de cerca de 28° API, por teste a cabo, em reservatórios carbonáticos a uma profundidade de cerca de 4.830 metros. Um teste de formação no intervalo está previsto para avaliar a produtividade desses reservatórios”, diz nota.

O Consórcio do Bloco BM-S-9 é operado pela Petrobras (45%) em parceria com a BG E&P Brasil (30%) e Repsol Sinopec Brasil (25%).

Carioca Nordeste
Ainda segundo a estatal brasileira, está em andamento também o teste de longa duração no poço 3-SPS- 74 (Carioca Nordeste). Os resultados apontam um potencial de produção do poço de aproximadamente 28.000 barris por dia, acima das expectativas iniciais. 

Atualmente o poço produz a uma vazão de 23.400 barris por dia, em função de restrições, em atendimento à determinação da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Perfuração de novos poços
O comunicado aponta também que já foram perfurados mais quatro poços e foram realizados dois testes de formação na área do Plano de Avaliação da Descoberta de Carioca. 

“Em função dos resultados encontrados na área de Carioca, o Consórcio solicitou à ANP (Agência Nacional de Petróleo) a postergação do encerramento do Plano de Avaliação da Descoberta e da Declaração de Comercialidade, previstos originalmente para novembro de 2011”.

O novo prazo será utilizado para a realização de atividades não previstas no programa original: perfuração de até três poços exploratórios e um teste de longa duração.

Além disto, a ANP aprovou a revisão das Atividades e do Cronograma do Plano de Avaliação da Descoberta PA-1-SPS-50 (Carioca), com a inclusão de operações adicionais, e o prazo para a Declaração de Comercialidade foi adiado para 31 de dezembro de 2013.

Compartilhe