Pela 2ª semana seguida, ações PN do grupo OI lideram ganhos do Ibovespa

Papéis OIBR4 tiveram valorização de 18,25%; alta ocorre desde 17 de abril, após divulgação do plano estratégico da companhia

Por  Lara Rizério

SÃO PAULO – Depois de um começo bastante negativo na BM&FBovespa após a reestruturação acionária, as ações PN do Grupo Oi (OIBR4) lideraram os ganhos do Ibovespa pela segunda semana consecutiva. Os ativos OIBR4 tiveram valorização de 18,25% entre os pregões dos dias 23 a 27 de abril, cotados aos R$ 11,47, enquanto o benchmark da bolsa caiu 1,28% no período. Vale ressaltar que, na semana anterior, essas ações já haviam subido 10,73%

Os papéis ordinários da companhia acompanharam o movimento positivo e, mesmo com menor força, tiveram alta de 13,09% (R$ 12,79) no pregão dessa semana – apresentando a segunda maior valorização no período. Na semana anterior, os ativos OIBR3 já haviam subido 5,80%.  

Os papéis da companhia começaram a engatar altas desde o dia 17 de abril, em um movimento de correção que foi impulsionado pela divulgação do plano estratégico da companhia, que revelou forte investimento para os próximos anos e uma robusta remuneração aos acionistas sob a forma de dividendos.

Para a equipe de análise da Ágora Corretora, a agressividade da política de dividendos aliada à maior expectativa de Ebitda (geração operacional de caixa) refletem efeitos positivos para as ações no curto prazo.

Diante da valorização no período, a equipe de análise da Monte Bravo Corretora e o analista Alex Pardellas, do Banco Banif, não descartam um movimento de realização dos papéis. Contudo, os fundamentos da companhia possibilitam, na opinião deles, a perspectiva de mais valorização para as ações em um período mais longo.

Descolamento dos papéis
Vale mencionar o descolamento dos ativos OIBR3 dos papéis preferenciais. Esse descolamento é consequência, principalmente, da robusta remuneração de acionistas em R$ 8 bilhões estimada no período de 2012 a 2015. Os papéis preferenciais possuem prioridade na distribuição de proventos – não se pode pagar dividendo às ações ordinárias sem que antes se pague o benefício aos detentores das ações preferenciais.

Destaques da semana
Outros papéis do Ibovespa que também se destacaram positivamente foram Cielo (CIEL3, R$ 55,70, +12,06%), Copel (CPLE6, R$ 46,59, +4,41%), CPFL Energia (CPFE3, R$ 26,57, +4,16%), Lojas Americanas (LAME4, R$ 17,75, +3,68%) e Eletropaulo (ELPL4, R$ 29,12, +3,59%). 

Manual dos Dividendos: inscreva-se e aprenda com o estrategista-chefe da XP uma estratégia simples e poderosa para viver de renda
Compartilhe