Conteúdo Patrocinado
Oferecido por Belas Clube de Campo

Oportunidade para investir em imóveis em Portugal se encerra em dezembro

Com novas regras do Golden Visa, estrangeiros não poderão mais adquirir imóveis em Lisboa e Cidade do Porto para pleitear autorização de residência

O Golden Visa é um programa do governo de Portugal criado para oferecer oportunidades de investimentos que conferem licença para que estrangeiros possam morar no país. Entre as oito possibilidades para obtenção de visto de residência, a mais atrativa é a compra de imóveis. Essa é a avaliação de Oswaldo Araujo, diretor de real estate da Heading Portugal, um dos três especialistas que formou a mesa de debate online para discutir mudanças na regra do programa, que passam a valer no ano que vem.

O evento, promovido pelo MoneyLab do InfoMoney e o Belas Cube de Campo, foi realizado na última quarta-feira (23) e contou com apresentação de Ricardo Reis, economista e consultor em investimentos imobiliários. Complementam a mesa Marson Cunha, diretor de venda institucional do Midtown Capital Partners, e Bruno Martins, diretor comercial do Belas Clube de Campo.

No tema central, as alternativas para que os brasileiros consigam se beneficiar das atuais regras do Golden Visa em relação à compra de imóveis. Hoje, investidores que adquirem um imóvel a partir de €500 mil, ganham em troca a autorização de residência em Portugal. A modalidade é conhecida como “visto gold”.

Mas a partir de 31 de dezembro deste ano, haverá uma importante mudança na regra: os investimentos serão limitados a imóveis no interior do país, Madeira e Açores – locais com baixa densidade geográfica. Na prática, não será mais possível comprar uma casa ou apartamento nas cidades da costa, como Lisboa, Cidade do Porto e Algarve. “O que tira a atratividade do investimento”, afirma Araujo.

Qual alternativa para os investidores?

Diante da mudança iminente da regra, os especialistas que participaram do debate aconselham brasileiros que têm planos de investir em imóveis em Portugal a fazê-lo o quanto antes. Entre as principais motivações para mudar do Brasil, destacam- se a busca por qualidade de vida, segurança e tranquilidade. Por isso, os empreendimentos que reforçam esses itens têm a preferência dos brasileiros.

Um dos mais buscados hoje é o Belas Clube de Campo – considerado o novo refúgio de Lisboa. De acordo com Martins, diante do movimento de isolamento social que vivemos no último ano, imóveis no centro da cidade perderam um pouco a relevância, ao mesmo tempo que regiões como Cascais, Belas e Sintra ganham destaque.

“Hoje, mais do que nunca, o Belas Clube de Campo é o novo refúgio de Lisboa. Além de estar localizado em uma zona nobre, a poucos minutos do centro da cidade, o empreendimento também oferece imóveis de alta qualidade e todos os serviços de resort”, afirma Martins. Trata-se de um local seguro onde as famílias encontram a qualidade de vida que procuram. Os brasileiros são hoje maioria entre os moradores do Belas.

A preferência não é por acaso. Além de estar localizado no terceiro país mais pacífico do mundo, de acordo com o Índice Global de Paz (GPI, sigla inglesa), o Belas Clube de Campo oferece diversas opções de imóveis dentro da sua mega infraestrutura, formada por campo de golfe, escola, restaurante, piscina, academia, entre outras comodidades.

Os investidores podem escolher se querem adquirir apartamentos em prédios de três andares – todos com varanda e vista para a serra -, casas já construídas, ou terrenos para edificar a residência de acordo com o projeto de cada pessoa ou família.

Diversificar investimentos

Mesmo as famílias que gostariam de viver em Portugal, mas ainda não estão preparadas para a mudança, podem se beneficiar das atuais regras do Golden Visa. Para isso, podem adquirir um imóvel como investimento com a possibilidade de viver na casa ou no apartamento no futuro.

Na avaliação de Cunha, da Midtown Capital Partners, este pode ser um bom momento para fazer um investimento de longo prazo em imóveis na costa de Portugal, como uma opção para diversificar a carteira. “Além da estabilidade econômica, uma das principais vantagens dos brasileiros ao investir em Portugal é o conforto do idioma”, afirma. “A diversificação tem que levar em consideração as preferências do investidor, e também as regras governamentais. Por isso, agora é o momento de comprar um imóvel em Protugal”.

O país se destaca entre os pares da Europa como uma das regiões com mais potencial de valorização imobiliária. Em Lisboa, localidade mais cara do país, o metro quadrado custa entre €10 a €12 mil. Em Londres, por exemplo, esse valor está em €40 mil. “Tem muito espaço para valorizar o patrimônio”, afirma Araujo, da Heading Portugal.

Para saber mais e contar toda a assessoria especializada, acesse o site do Belas Clube Campo.

Importante: A publicação acima é um conteúdo patrocinado, sendo que a Infostocks Informações e Sistemas Ltda. (“InfoMoney”) não tem qualquer responsabilidade pelo conteúdo e informações disponibilizadas, não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações, não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. O autor ou empresa responsável pelo conteúdo estão indicados na própria publicação.