Autorização

MPX inicia operação comercial na 1ª Unidade Geradora de Porto do Pecém I

De acordo com a companhia, unidade recebeu autorização da Aneel para iniciar a operação comercial da primeira unidade geradora, localizada no Ceará

SÃO PAULO – A MPX Energia (MPXE3) comunicou nesta segunda-feira (3) que a Usina Termelétrica Porto do Pecém I, localizada no Ceará, recebeu autorização da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) para iniciar a operação comercial da primeira unidade geradora.

De acordo com comunidado em nota enviada à CVM (Comissão de Valores imobiliários), a unidade possui capacidade instalada de 360 megawatt.

“A entrada em operação de Pecém I enfatiza a já comprovada capacidade da companhia no desenvolvimento de projetos greenfield e marca a transição da MPX para uma empresa operacional, de grande porte e com destacado papel no setor de energia brasileiro”, afirma Eduardo Karrer, CEO (Chief Executive Officer) e diretor de relações com investidores da MPX.

Segundo o CEO, a companhia irá ainda fornecer energia adicional com o início de operação da segunda unidade geradora de Pecém I e das usinas termelétricas Porto do Itaqui, Porto do Pecém II e Parnaíba I e II. Com a adição dessas plantas, a capacidade comercial da MPX atingirá 1.920 MW em 2014.

Sobre a Pecém I
A primeira unidade geradora de Pecém I começou a fornecer energia ao SIN (Sistema Interligado Nacional) no dia 15 de outubro de 2012, em caráter de testes, sendo remunerada pelo PLD (Preço de Liquidação de Diferenças) sobre a energia efetivamente gerada neste período.

A segunda unidade geradora de Pecém I está em fase avançada de comissionamento. Os próximos passos serão os testes à turbina e gerador, ensaios de sincronização e DOC (Declaração Comercial de Operação).

A Pecém I possui capacidade total de 720 MW e é uma parceria entre a MPX e a EDP – Energias do Brasil (ENBR3). O empreendimento comercializou 615 MW médios, por um período de 15 anos, no leilão A-5 de 2007.