Marcopolo tem resultado bem avaliado por analistas e corretora eleva preço-alvo

BB Investimentos atualizou para R$ 10,75 o preço-alvo e Concórdia segue a recomendação de manter para ações

Por  Edilaine Felix

SÃO PAULO – A Marcopolo (POMO4) divulgou o resultado referente ao primeiro trimestre deste ano e os analistas avaliaram os números como positivo. A companhia apresentou lucro líquido de R$ 78,4 milhões e receita líquida de R$ 880,7 milhões no período.

O analista do BB Investimentos, Mário Bernardes Junior, enfatiza que a companhia conseguiu se adaptar ao cenário macroeconômico desfavorável para a indústria do país, com bons números de produção e aumento de receita, apresentado desempenho positivo e resultado além das expectativas.

Por sua vez, apesar de classificar como bom, a Concórdia destaca que a companhia apresentou um resultado em linha com as expectativas, “tanto no que se refere a volume de venda, receita e lucro”, afirma em relatório o analista Leonardo Zanfelicio.

Para a Banif Corretora, os números do primeiro trimestre da Marcopolo foram “bons” e favorecidos pelo incremento dos volumes físicos e pela forte evolução das vendas na Índia.

“Em nossa opinião, o resultado foi positivo, principalmente se considerarmos os efeitos da implementação das exigências do Euro V (Proconve 7) [norma para reduzir a emissão de poluentes em veículos a diesel] que tem afetado a indústria de veículos pesados neste primeiro semestre”, enfatiza a Banif.

Recomendação
O BB Investimentos atualizou de R$ 10,00 para R$ 10,75 o preço-alvo da Marcopolo, com upside (potencial teórico de valorização) de 3,86% para 31 de dezembro deste ano. Entretanto, a recomendação para as ações, que era de outperform, foi atualizada para market perform (desempenho em linha com a média).

Segundo o analista da BB, serão mantidos o monitoramento do desempenho operacional da companhia nos próximos períodos e a performance das acões no mercado nos próximos meses. Ademais, as premissas para o valuation foram mantidas, exceto a taxa de desconto e o crescimento da perpetuidade, ressalta o analista.

A Concórdia continua com a recomendação de manutenção para POMO4, uma vez que as ações estão sendo negociadas acima do preço-alvo, de R$ 9,89, que implica em um upside de 4,44%.

Compartilhe