Balanço

Lucro da Marcopolo cai 11% no terceiro trimestre e atinge R$ 69 milhões

Declínio do resultado foi causado por venda de veículos completos, incluindo os chassis que foram faturados a preço de custo, da retração do mercado argentino e da consolidação da Volgren, na Austrália

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Marcopolo (POMO4) registrou recuo de 11,8% no lucro líquido do terceiro trimestre ante igual período do ano antecedente, para R$ 69,2 milhões, comunicou a empresa nesta segunda-feira (5).

De acordo com a empresa, o resultado teve influência da venda de veículos completos, incluindo os chassis que foram faturados a preço de custo, da retração do mercado argentino, que afetou o desempenho da Metalpar, e da consolidação da Volgren, na Austrália.

A receita operacional da empresa avançou 7,7%, para 956,7 milhões, puxada pelos números no mercado externo, que subiu 83,9% ante queda de 16,8% na volume no Brasil. Segundo dados da companhia, o volume exportado aumentou 128,4%.

O Ebitida (lucro antes de juro, imposto, depreciação e amortização) da companhia caiu 16,5% durante o intervalo de julho a setembro, para R$ 106,2 milhões. A margem ebtida recuou 3,2 p.p. (pontos percentuais), para 11,1%.

Balanço alinhado à prévia
Os resultados vieram parecidos com a expectativa do Santander. O banco estimava lucro líquido pouco abaixo do divulgado, para R$ 67,0 milhões. Em relação à receita, a equipe aguardava valor de R$ 978,0 milhões. Já para o ebitida, a instituição projetava montante um pouco acima do registrado, para R$ 108,0 milhões. A margem ebitida, por sua vez, veio equivalente ao que era aguardado – 11,0%.