Crise nas aéreas

Latam demite 1,4 mil funcionários por conta do coronavírus

As demissões na Latam equivalem a 3% da força de trabalho da companhia

arrow_forwardMais sobre
(Wikimedia Commons)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Latam Airlines, maior companhia aérea da América Latina, informou na sexta-feira (15) que vai demitir 1,4 mil funcionários por causa da crise do coronavírus. A decisão da empresa marca o primeiro movimento de demissão e uma grande companhia aérea na região durante a pandemia atual.

O anúncio acontece na mesma semana em que as três principais companhias aéreas do Brasil, Gol, Latam e Azul, aderiram à proposta de socorro de um sindicato de bancos coordenado pelo BNDES. A estimativa é que elas tenham acesso a um pacote entre R$ 4 bilhões e R$ 7 bilhões.

As demissões na Latam equivalem a 3% da força de trabalho da companhia. Em movimento anterior, a companhia já havia cortado pela metade os salários de todos os 43 mil funcionários.

Aprenda a investir na bolsa

A Azul tem 78% dos trabalhadores em licença não remunerada enquanto metade dos funcionários da Gol e da Avianca também estão na mesma situação.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.