Aviação

Justiça reitera decisão para reintegrar funcionários demitidos da Webjet pela Gol

Controladora da Gol havia impetrado mandado de segurança contra liminar anteriormente concedida; companhia afirmou que irá recorrer

SÃO PAULO – A juíza da 23ª Vara do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) do Rio de Janeiro, manteve a liminar para que a a VRG Linhas Aéreas S.A., holding controladora das companhias aéreas Gol (GOLL4) e Varig reintegrem os 850 funcionários demitidos da Webjet pela Gol. A demissão em massa ocorreu há cerca de três semanas. 

A controladora da Gol havia impetrado mandado de segurança contra a liminar anteriormente concedida, que determinava que os demitidos fossem reintegrados. A multa era de R$ 20 mil por funcionário por cada dia de demora no cumprimento da decisão. 

De acordo com a presidente do Sindicato dos Aeroviários, Selma Balbino, a situação dos demitidos  deve ser colocada como uma questão social e, nesse quesito, o Judiciário está mostrando mais sensível que a Gol, afirmou. 

A Gol afirmou que irá readmitir os trabalhadores assim que receber o mandado; esperando que isso aconteça em até 24 horas. Entretanto, a companhia aérea informou que pretende recorrer da decisão da Justiça.