Em negocios / inovacao

Big Brother vai monitorar taxistas que cochilam em Moscou

Yandex, maior empresa de Internet do país, está instalando uma tecnologia de reconhecimento facial em sua unidade de aplicativo de transporte

Táxi
(ThinkStock)

(Bloomberg) -- Taxistas na Rússia passam longas horas atrás do volante e contribuem para o aumento dos acidentes de trânsito na capital. Só que, em breve, os motoristas serão obrigados a fazer mais pausas.

Para evitar que taxistas cochilem ao volante, a Yandex, maior empresa de Internet do país, está instalando uma tecnologia de reconhecimento facial em sua unidade de aplicativo de transporte que impedirá motoristas de aceitarem novos pedidos, caso seja necessário.

A medida segue um projeto de lei apresentado pela Duma, a câmara baixa do Parlamento russo, para começar a regulamentar operadores de aplicativos de táxi, como a Yandex, e assim aumentar a segurança. Os acidentes de táxis aumentaram 25% em Moscou no ano passado.

A Yandex.Taxi, cujo controle é dividido entre a Yandex e o Uber Technologies, planeja instalar a tecnologia em um pequeno dispositivo montado no para-brisa para identificar motoristas esgotados. O software vai monitorar parâmetros como piscar, bocejar e se a cabeça da pessoa cair para frente - e pode proibir taxistas de receber mais pedidos. O software, baseado na tecnologia do fornecedor local VisionLabs, monitora 68 pontos faciais.

A abordagem está entre as soluções de rastreamento implementadas por empresas de tecnologia, montadoras e seguradoras com o objetivo de conscientizar as pessoas a dirigirem com maior segurança. As seguradoras do Reino Unido, por exemplo, oferecem apólices de telemática que monitoram o comportamento do motorista ao volante para ajudar a calcular os prêmios individuais que recompensam práticas de direção seguras.

O número de acidentes com táxis em Moscou, onde a Yandex é líder no mercado, subiu para 764 casos, com 23 mortes no ano passado, de acordo com dados do governo municipal. As autoridades culpam o número crescente de viagens e longas jornadas de trabalho dos motoristas, que tendem a receber pedidos de vários aplicativos. Em todo o país, o número de acidentes envolvendo táxis também cresceu.

A Yandex testou a tecnologia de reconhecimento facial para motoristas em 100 carros e apresentou os resultados ao presidente Vladimir Putin em maio, durante uma reunião sobre inteligência artificial. A empresa disse que planeja instalar a tecnologia em milhares de carros em breve.

Invista melhor o seu dinheiro. Abra uma conta gratuita na XP. 

 

Contato