Em negocios / inovacao

Por que este é o melhor Estado do Brasil em inovação e tecnologia? Especialistas explicam

Participantes do painel "Por que Minas Gerais é o melhor Lugar para se inovar?", realizado nesta terça-feira na 16ª Conferência Anpei, explicaram os motivos 

Anpei 2017 2
(Gabriel Pipolo)

BELO HORIZONTE * - Fatores como o alto desenvolvimento científico e tecnológico de Minas Gerais fazem do estado o melhor lugar do Brasil para inovar, de acordo com o secretário de estado da SEDECTES (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior), Miguel Correa.

Ele foi um dos participantes do painel "Por que Minas Gerais é o melhor Lugar para se inovar?", realizado nesta terça-feira na 16ª Conferência Anpei, ocorrida em Belo Horizonte. 

"O governo de Minas Gerais investe diretamente em inovação e tecnologia para facilitar, acelerar e empoderar projetos e empreendedores. Estamos na contramão da crise, gerando empregos mês a mês, com 1/4 das escolas estaduais de ensino médio desenvolvendo ações de empreendedorismo”, disse Correa, ressaltando que ele é um dos poucos estados que têm um investimento sólido em startups e inovação.

Não é à toa que a capital do estado, Belo Horizonte, foi a escolhida para ser sede do centro de engenharia do Google para América Latina e do Instituto Tecnológico do Vale, além de o local onde surgiram várias startups inovadoras do Brasil.

Palestrante de outro painel da Conferência, o secretário de inovação do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Vinícius de Souza, também listou os motivos pelos quais a região tem um dos centros tecnológicos mais avançados - e, consequentemente, o melhor polo de inovação.

"Minas Gerais é um local que tem a força dos setores acadêmico, privado e governamental", disse. Ele foi o responsável pela criação da InovAtiva, o maior programa de aceleração da América Latina e o maior público do Brasil. "Conseguir implementar isso em um governo, área em que mais existe resistência contra inovação, trouxe muitos pontos positivos para Minas Gerais e mostrou o know-how que temos para inovação", completou.

Também convidado do painel, José Policarpo de Abreu, representando o CTI SENAI, comentou sobre o potencial do estado em poucas palavras: "Temos coisas maravilhosas em casa, e aquela história: uma galinha tem que cacarejar, certo?", disse. 

* A jornalista viajou a convite da Anpei

 

Contato