Em negocios / inovacao

GM vai triplicar de tamanho no Vale do Silício para virar "mistura entre Tesla e Uber"

A Cruise, uma startup comprada por US$ 1 bilhão, é a presença da GM na região e trabalha nas tecnologias de carros autônomos

GM - Bloomberg
(Bloomberg)

A GM está com sangue nos olhos para ser uma das principais empresas na revolução dos carros elétricos e autônomos. Um dia depois de ser ultrapassada pela Tesla em valor de mercado, a GM destacou que investirá R$ 14 milhões para criar 1.163 empregos na Cruise, uma startup comprada pela gigante por US$ 1 bilhão.

A Cruise é a presença da GM na região e trabalha nas tecnologias de carros autônomos. A companhia tem atualmente 485 funcionários (uma alta expressiva ano passado) e deverá chegar a ter 1.648 quando terminar as contrações – efetivamente triplicando de tamanho e um pouco mais. A GM comprou a startup ano passado, por US$ 580 milhões.

Na época, a Cruise só tinha 46 funcionários. De acordo com o San Francisco Business Times, o Estado da Califórnia deverá dar um crédito de US$ 8 milhões em impostos para que a GM siga adiante com seus planos. De acordo com Kyle Vogt, fundador da Cruise Automation, os planos para a companhia estão bastante avançados.

E quais os planos? Criar uma frota de carros GMs autônomos e elétricos que funcionariam como os carros da Uber. A GM quer se transformar em uma mistura de Tesla (com os carros elétricos, como o Bolt) e Uber, com esta frota. Assim, ela vai conseguir dar o salto de “montadora” para uma “companhia de mobilidade” que praticamente todas as empresas estão procurando.

 

Contato