Mercado imobiliário

GTIS vende fatia de 62% na torre Infinity, na região da Faria Lima, por quase R$ 850 milhões

Dados os valores envolvidos na transação, edifício é avaliado em quase R$ 1,4 bilhão

Por  Equipe InfoMoney -

A empresa americana de investimentos imobiliários GTIS Partners vendeu 62% do edifício comercial Infinity Tower, localizado em São Paulo, por US$ 172 milhões, equivalente a R$ 846 milhões. De acordo com a empresa, trata-se da maior venda de um ativo imobiliário individual da história do Brasil.

Entre os inquilinos do edifício estão empresas como Goldman Sachs, Credit Suisse e Meta. O empreendimento fica no bairro do Itaim Bibi, próximo das Avenidas Faria Lima e Juscelino Kubitschek.

Os compradores foram as empresas Lucio, Omar Maksoud e AMY. Elas participaram do empreendimento desde 2007 – o edifício iniciou suas operações em 2012. A GTIS Partners foi a responsável por gerenciar todas as etapas de construção, locação e gestão de ativos.

Agora, juntas, as três empresas passam deter 100% do edifício – que, dados os valores envolvidos na aquisição, é avaliado em quase R$ 1,4 bilhão.

Infinity Tower (Divulgação)

A transação “reafirma que os imóveis de alta qualidade no Brasil continuam atrativos para os investidores”, disse Tom Shapiro, presidente e diretor de investimentos da GTIS Partners. “Apesar de vários ciclos econômicos e do debate atual sobre a necessidade de escritórios, a Infinity Tower permaneceu totalmente alugada por quase uma década para algumas das maiores corporações multinacionais”.

O escritório Veirano Advogados foi o assessor jurídico das empresas compradoras.

Compartilhe
Mais sobre