Em negocios / grandes-empresas

VMware anuncia duas aquisições em negócio bilionário

Um bom dia para a empresa de software VMware, que desembolsou cerca de US$ 4,8 bilhões, para oferecer mais soluções para seus clientes  

VMware
(Shutterstock)

SÃO PAULO -  A empresa de software VMware anunciou na última quinta-feira (22) duas aquisições para complementar sua área de atuação.

Primeiro, anunciou que está adquirindo a Carbon Black, uma companhia de segurança digital de capital aberto. O valor do negócio é de cerca de US$ 2,1 bilhões, de acordo com informações do Tech Crunch. 

Além disso, a VMware também confirmou que comprará a Pivotal, uma outra empresa de software e serviços. Essa aquisição custará cerca de US$ 2,7 bilhões. A receita da VMware no último trimestre foi de US$ 2,44 bilhões.  

"Com base em outro trimestre sólido, estamos entusiasmados em anunciar nossa intenção de adquirir a Pivotal e a Carbon Black", disse o CEO da VMware, Pat Gelsinger, no anúncio de hoje.

“Essas aquisições atendem a duas prioridades críticas de tecnologia da VMware em todos os seus negócios atualmente - criando aplicativos modernos, de nível corporativo e protegendo dados e clientes. Com essas ações, aceleramos significativamente nossas ofertas de assinatura e SaaS e expandimos nossa capacidade de permitir a transformação digital de nossos clientes”, afirmou o executivo. 

Na verdade, essas são duas empresas muito diferentes, mas tanto a Carbon Black quanto a Pivotal se concentram em workloads - que são soluções que gerenciam as cargas de trabalho de negócios. 

A Pivotal se concentra na criação de aplicativos modernos, enquanto a Carbon Black fornece os recursos de segurança necessários para proteger aplicações e infraestruturas do negócio em nuvem.

As duas novas compras chegam em linha com a aquisição da Bitnami feita pela VMware no início deste ano, completando este trio de aquisições que visa trazer a tecnologia da VMware para um futuro em que as máquinas virtuais são apenas parte da equação e oferecer soluções mais completas.

Uma nova era para a VMware

A Carbon Black foi fundada em 2002 e abriu seu capital no início de 2018. Na época do IPO, seu valor de mercado era de cerca de US$ 1,25 bilhão. Suas ações foram negociadas a US$ 13 no início deste ano, mas, desde então, subiram para mais de US$ 21. A VMware pagará US$ 26 por ação da companhia e espera que o acordo seja fechado até o final de janeiro de 2020.

"Hoje é um marco empolgante para a Carbon Black, a VMware e toda a indústria de segurança cibernética. Temos a oportunidade de integrar perfeitamente a plataforma de proteção da nuvem da Carbon Black em todos os pontos de controle da VMware. Esse tipo de movimento ousado é exatamente o que as indústrias de TI e segurança procuram há muito tempo", disse Patrick Morley, CEO da Carbon Black. 

A aquisição da Pivotal traz uma nova plataforma de desenvolvimento para o VMware, que torna mais fácil para os desenvolvedores escreverem, testarem e implantarem seus aplicativos.

É uma medida que ajuda a VMware a completar sua operação, que normalmente se concentra no fornecimento de infraestrutura. 

“Temos a satisfação de combinar a plataforma, as ferramentas e os serviços de desenvolvimento da Pivotal com os recursos de infraestrutura da VMware para oferecer um portfólio abrangente para criar, executar e gerenciar aplicativos modernos”, disse Gelsinger.

Invista seu dinheiro para realizar seus melhores sonhos. Abra uma conta na XP - é de graça. 

 

Contato