Em negocios / grandes-empresas

“Aprendi a gostar do que faço”, diz fundador de empresa que fatura R$ 3 bilhões

Marco Stefanini conta a história de sua empresa, hoje presente em 40 países, em novo podcast do InfoMoney

SÃO PAULO - Um recém-formado em geologia decide fundar uma empresa de Tecnologia da Informação no meio de uma crise econômica. Quais são as chances de um negócio como esse dar certo?

Foi assim que o empresário Marco Stefanini fundou a empresa que leva o seu sobrenome, no fim da década de 1980. Contrariando as probabilidades da época, a Stefanini cresceu — e muito — chegando ao marco de R$ 3 bilhões de faturamento no ano passado. Além do Brasil, hoje a empresa atua em outros 39 países — o que faz dela uma das cinco companhias mais internacionalizadas do país.

O Marco nunca quis trabalhar com TI. Mesmo assim, viu nessa área uma oportunidade de empreender. "Havia uma demanda grande por profissionais na época. Eu adquiri o conhecimento técnico e comecei dando treinamento para profissionais de informática. Era bem diferente do meu plano original, mas aprendi a gostar do que faço", relata. 

Como foi que o Marco Stefanini construiu essa empresa? É esse o tema do primeiro episódio do podcast Do Zero ao Topo. O novo programa do InfoMoney que conta a história dos empreendedores e empresários por trás das maiores empresas do país.

Em cada episódio o InfoMoney entrevista um empresário em uma conversa franca sobre como ele iniciou os negócios, os desafios enfrentados ao longo dos anos, as incertezas e os momentos decisivos para a empresa.

O podcast vai ao ar toda quarta-feira às 19h. Você pode seguir e escutar pelo Spotify, DeezerSpreaker, Google Podcast ou então fazer o download clicando aqui.

 

Contato