Em negocios / grandes-empresas

Os 5 livros preferidos de Bill Gates em 2018

Como de costume, o empresário que costuma ler 50 livros ao ano divulga sua lista de melhores títulos 

Bill Gates
(GatesNotes)

SÃO PAULO - Bill Gates deixou a Universidade de Harvard em 1975 para fundar a Microsoft e, hoje, é a segunda pessoa mais rica do mundo. Além de se dedicar à filantropia, ele também é um leitor voraz: todos os anos Gates lê cerca de 50 livros e, em datas comemorativas, ele tem o costume de dar dicas sobre quais são os melhores títulos.

Este ano, o empresário presenteou com uma cópia de seu livro preferido todos os estudantes que estavam se formando na universidade e manifestaram interesse.

O título do livro era: 10 Reasons We’re Wrong About The World - and Why Things Are Better Than You Think (em tradução livre, 10 Razões pelas quais nós estamos errados sobre o mundo - e porque as coisas são melhores do que você pensa).

Com o fim de ano se aproximando, Bill Gates divulgou a lista dos cinco melhores livros que leu em 2018, a matéria foi publicada nesta semana, no site americano Forbes. Confira:

  • - A Menina da Montanha, de Tara Westover. Este é um livro de memórias escrito por alguém que não pisou em uma sala de aula até os 17 anos de idade por proibição dos pais, que eram sobreviventes Mórmons. No entanto, anos depois, a autora ganhou o mais alto título acadêmico (Ph. D.) pela Universidade de Cambridge. Gates observa que ambos foram tocados por sua forte “sede de aprendizado.”
  • - Army of None, de Paul Scharre (em tradução livre, Exército de Nenhum). Neste livro, o autor especialista em defesa do Pentágono analisa quais as implicações de dar às máquinas autoridade para tomar decisões sobre a vida ou morte de alguém durante uma guerra.
  • Para Gates, “este é um tema extremamente complicado, mas Scharre oferece explicações claras e apresenta os prós e contras de uma guerra conduzida por máquinas.”
  • Invista seu dinheiro em ações da Microsoft e outras grandes empresas. Abra uma conta na XP!
  • - Bad Blood: Fraude Bilionária no Vale do Silício, de John Carreyrou. Este livro mostra a ascensão e queda de Elizabeth Holmes, CEO da companhia Theranos, do Vale do Silício, que prometeu simplificar e agilizar os exames de sangue. A empresa atraiu grandes investimentos e arrecadou mais de US$ 9 bilhões.
  • Contudo, o que Holmes não disse a ninguém era que sua tecnologia não funcionava. “Uma série de amigos recomendaram este livro para mim, a história é ainda mais louca do que eu esperava, me vi incapaz de parar de ler assim que comecei”, comenta Gates. 
  • - 21 Lições para o Século 21, de Yuval Noah Harari. Este livro pergunta e tenta responder algumas das mais importantes questões atuais. Tais como “de que maneira os computadores e robôs mudam o significado de ser humano?” e “como lidar com a epidemia de notícias falsas?”.
  • Segundo Gates, o livro funciona com um antídoto para aqueles que têm se preocupado muito ultimamente. “Se 2018 deixou você impressionado com o estado do mundo, este livro oferece uma estrutura útil para processar as notícias e pensar sobre os desafios que enfrentamos.
  • - Meditação e Mindfulness, de Andy Puddicombe. Gates afirma que este livro é uma introdução perfeita para a meditação. Dividido entre uma autobiografia e um manual, ele detalha a jornada do autor para se tornar um monge budista e também oferece técnicas simples de meditação que podem melhorar muito a saúde mental e reduzir o estresse. “Tenho certeza de que eu, aos 25 anos de idade, zombaria disso, mas estou meditando muito ultimamente”, escreve o empresário.

 

 

Contato