Em negocios / grandes-empresas

Amazon começa a testar sistema sem atendentes em grandes lojas dos EUA

Reportagem do jornal The Wall Street Journal publicou sobre os novos planos da Amazon nesta segunda-feira (3)  

Amazon Go
(SEASTOCK / Shutterstock.com)

SÃO PAULO – A Amazon já testa sua tecnologia de caixas de supermercado sem atendentes, usado em suas unidades da Amazon Go, para ser usada em lojas de outras varejistas e também de tamanho maior, apontou o Wall Street Journal nesta segunda-feira (3).

Segundo o periódico, a Amazon já conseguiu progredir com o uso do sistema em lojas de tamanho inferior ao da Amazon Go, mas está com dificuldades em aplicá-lo em lojas maiores – como o Whole Foods, rede de mercados subsidiária da Amazon.

Fontes informaram o WST que os problemas envolvendo as maiores lojas estão no tamanho do pé direito, normalmente muito mais alto, e no volume de vendas que também fica acima do suportado. Outro problema, falando especificamente do Whole Foods, é que nem todos os itens à venda são devidamente embalados e contam com os rótulos “rastreáveis”.

Vale lembrar que a tecnologia de “caixas sem atendentes” funciona da seguinte maneira: para entrar na loja, os clientes escaneiam um código gerado por aplicativo em seus smartphones e câmeras e sensores instalados por toda a loja identificam quais itens eles colocam em seu carrinho; o valor é debitado em seu cartão de crédito sem que ele precise se dirigir a nenhum caixa.

Até o momento, somente seis lojas da Amazon Go estão abertas e em funcionamento – em São Francisco, Seattle, Chicago e Washington. O objetivo da gigante no momento é de levar essa tecnologia para as lojas do Whole Foods.

No ano passado, pouco depois da inauguração da primeira unidade do Amazon Go, o sistema começou a apesentar problemas para identificar quais mercadorias deixavam as prateleiras e até mesmo para diferenciar clientes. Hoje, ele já está em perfeito funcionamento, segundo a empresa.

Invista seu dinheiro com a melhor corretora do Brasil: abra sua conta com taxa ZERO na XP Investimentos!  

 

Contato