Em negocios / grandes-empresas

ANS suspende venda de 17 planos de saúde

Os planos suspensos possuíam juntos mais de 156 mil beneficiários "que ficam protegidos com a medida e com a assistência regular a que têm direito garantida", segundo a ANS

Planos de Saúde idosos
(Thinkstocks)

SÃO PAULO - A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu, na última semana, a comercialização de 17 planos de saúde, dos quais 10 são das cooperativas médicas Unimed Rio e Salutar Seguros, ambas do Rio de Janeiro. A ação passa a valer na próxima sexta-feira (7).

Em São Paulo, a Ameno Assistência  teve a venda de 7 planos suspendida. Os planos suspensos possuíam juntos mais de 156 mil beneficiários "que ficam protegidos com a medida e com a assistência regular a que têm direito garantida", segundo a ANS.  

Em junho, a ANS já havia suspendido a comercialização de outros 31 planos de saúde, por reclamações.

O último corte se deu após divulgação dos resultados trimestrais do Monitoramento da Garantia de Atendimento da agência. O programa avalia as operadoras a partir de reclamações registradas pelos beneficiários em canais de atendimento ao cliente da ANS. Entre 1° de julho e 30 de setembro, foram recebidas 17.314 reclamações.

Para estimular que as empresas qualifiquem o atendimento, os planos suspensos só podem voltar a ser comercializados quando forem comprovadas melhorias. Foi o que aconteceu na última semana com 19 planos de saúde de 8 operadoras, eles foram reativados e tiveram a comercialização liberada pela ANS.

Quer investir melhor seu dinheiro? Abra uma conta na XP!

 

Contato