Em negocios / grandes-empresas

"Sucesso" dos novos iPhones indica problema crescente para a Apple

Relatório do Citibank traz cenário preocupante para a Apple

iPhone Xs Xs Max
(Reprodução)

SÃO PAULO – Um relatório de analistas do Citibank dos Estados Unidos divulgado pelo Business Insider aponta que os novos iPhones não trouxeram o resultado esperado pela Apple e ainda indica uma tendência no comportamento de consumidores que pode ser preocupante para a empresa: eles já não se empolgam ou se surpreendem com seus lançamentos.

Os especialistas se basearam em estatísticas das buscas pelos smartphones na internet para chegar a esta conclusão. Segundo o banco, elas tiveram a menor ocorrência desde o lançamento do iPhone 5.

Informações do portal Macworld reforçam isso: na manhã seguinte ao início das vendas dos novos iPhones no site da Apple, todos os modelos ainda estavam em estoque. Em todos os anos anteriores, eles se esgotaram em algumas horas.

“Nós observamos que existem picos de buscas na internet após o evento de lançamento de cada ano. Também percebemos que eles têm ficado menores ao longo dos anos”, escreveram os analistas no relatório.

“Acreditamos que isso indica que o mercado está amadurecendo e que os consumidores estão ficando menos empolgados com cada nova geração nova do iPhone. Suspeitamos que isso seja resultado de uma desaceleração na inovação e saturação do iPhone neste mercado”.

É fácil identificar um motivo para a queda nas buscas pelo iPhone. As últimas grandes inovações da Apple nos smartphones foram a resistência à água, o sistema de reconhecimento facial Face ID e a tela de ponta a ponta, entre outros. Nenhuma deles, entretanto, representa um avanço tão grande quanto os que ocorreram há 4 ou 5 anos, quando a câmera apresentava grandes evoluções e a tela aumentava “significativamente” ano após ano.

Isso não significa, segundo o banco, que as vendas de iPhone ficarão estagnadas: “acreditamos que seja possível alcançar um crescimento sustentável de um dígito ao ano”, escreveu.

 

Contato