Em negocios / grandes-empresas

CEO brasileiro de empresa dos EUA ataca analistas em call: "você é um desastre, uma vergonha"

Lourenço Gonçalves, CEO da Cleveland-Cliffs, realizou o call nesta sexta-feira (19)

Lourenço Gonçalves
(Reprodução/ABC)

SÃO PAULO – O CEO da companhia norte-americana de mineração Cleveland-Cliffs, o brasileiro Lourenço Gonçalves, repreendeu e atacou analistas que fizeram relatórios contra a empresa durante o call de divulgação dos resultados do terceiro trimestre nesta sexta-feira (19).

Ele se referiu a um indivíduo não especificado, dizendo que a recompra das ações “vai prejudicar tanto esses caras que eles terão que cometer suicídio”, depois de dizer que eles “não sabem ler números”.

“É inacreditável que esses grandes bancos ainda empreguem esse tipo de pessoa. Você deveria se demitir pela sua falta de conhecimento. Não é como se você não entendesse o nosso negócio, você não entende o seu próprio. Você é um desastre, uma vergonha para seus pais”, ele ainda disse.

Depois, Gonçalves falou diretamente com o analista do Goldman Sachs Matthew Korn, dizendo que ele “pode correr, mas não se esconder”. Esse analista fez a recomendação "hold" para os papéis da empresa, que equivale a uma sugestão neutra para a ação.

Essa não é a primeira vez que o CEO é abertamente crítico e grosseiro com analistas de Wall Street. Durante o call de resultados da empresa de outubro de 2014, ele disse para um analista da Wells Fargo que não ia responder à pergunta porque o analista já sabia tudo sobre a  empresa.

Ainda neste ano, ele atacou também a Chippewa Capital Partners, que na época disputava na justiça arrendamentos minerais com a Cleveland-Cliffs. “A terra é minha até alguém me dizer que não é”, ele disse antes de atacar o dono da Chippewa, Tom Clarke, questionando: “quem daria dinheiro a um perdedor como Chewbacca?”, fazendo referência a um personagem do filme Star Wars e brincando com o nome da empresa.

Procurada pelo CNBC, a Cleveland-Cliffs não comentou sobre o caso.

Invista em ações com taxa ZERO de corretagem. Abra sua conta na Clear. 

 

Contato