Em negocios / grandes-empresas

Nikon encerra oficialmente suas atividades no Brasil

O processo para deixar o país começou no final de 2017

Nikon
(Pratya / Shutterstock.com)

SÃO PAULO – A fabricante japonesa de câmeras fotográficas Nikon encerrou oficialmente suas operações no Brasil. O processo para deixar o país começou no final de 2017, quando a empresa anunciou o plano e, logo em seguida, deixou de vender câmeras, lentes e demais equipamentos fotográficos por aqui.

Em comunicado publicado em seu site brasileiro, a Nikon diz que os produtos de microscopia continuarão sendo oferecidos no país pela empresa BioLab e que seus clientes continuarão sendo atendidos por outros distribuidores de microscópios. Antes, eles eram oferecidos pela divisão Nikon Instruments.

Produtos fotográficos, entretanto, não serão mais distribuídos no Brasil. Segundo a fabricante, os equipamentos que estiverem na garantia continuarão tendo seus reparos feitos em território nacional, mediante solicitação no site da companhia. Equipamentos fora da garantia, entretanto, terão assistência técnica realizada nos Estados Unidos.

Quando anunciou o fim da operação brasileira, a Nikon explicou que a decisão estava relacionada a um processo global de reestruturação iniciado em 2016 e que deve ser finalizado no próximo ano.

A unidade brasileira da fabricante foi aberta em 2011 e recebeu US$ 10 milhões em investimentos. Essa foi a primeira unidade da empresa na América do Sul. 

Invista melhor o seu dinheiro. Abra sua conta na XP Investimentos.

 

Contato