Em negocios / grandes-empresas

Espanhol Santander demitirá 3 mil após fusão, diz jornal

Negociações oficiais com sindicatos sobre os cortes terão início em 9 de janeiro

ATM Santander - Madri - Espanha - bancos
(Susana Vera/Reuters)

MADRI - O Santander vai eliminar 3.000 empregos após a planejada fusão com a subsidiária Banesto, publicou o jornal Cinco Dias nesta sexta-feira, citando fontes de sindicatos e próximas ao maior banco da Espanha.

A instituição anunciou no mês passado planos de absorver totalmente a marca Banesto, que tem 110 anos, fechando 700 agências para cortar custos de longo prazo.

O Santander já havia alertado sobre um gradual, porém pesado, corte de empregos quando anunciou a operação, mas não divulgou um número específico.

Negociações oficiais com sindicatos sobre os cortes terão início em 9 de janeiro, segundo o jornal.

Representantes do Santander não estavam disponíveis para comentar.

O Banesto, atualmente o sétimo maior banco do país com 100 bilhões de euros em ativos, tinha 8.303 empregados no fim de setembro. O banco foi comprado pelo Santander em 1994 por cerca de 1,9 bilhão de euros.

 

Contato