Google testará anúncios em resultados de busca gerados por IA

O Google anunciou a nova versão de seu mecanismo de busca no início deste mês, a chamada Search Generative Experience

Reuters

Publicidade

(Reuters) – O Google, da Alphabet, começará a experimentar anúncios nos resultados de busca gerados por inteligência artificial (IA), anunciou a gigante da tecnologia nesta terça-feira (23), à medida que tenta não ficar atrás da rival Microsoft no lucrativo mercado de anúncios de busca.

Os recursos de IA também alterarão a forma como os anunciantes alcançam os consumidores por meio dos mecanismos de busca, um mercado que deve crescer para 286 bilhões de dólares este ano, de acordo com a empresa de pesquisa Magna.

Por exemplo, os usuários podem pesquisar “mochilas de caminhada para crianças” na nova versão do Google e a IA pode responder com um anúncio de uma mochila específica, juntamente com dicas sobre como escolher a melhor mochila para uma criança, disse o Google.

Continua depois da publicidade

“Esta é uma maneira nova, mais simples e útil de interagir com a pesquisa do Google”, disse Jerry Dischler, vice-presidente e gerente geral de anúncios, em entrevista. “Será uma grande oportunidade de oferecer uma experiência agradável ao usuário que levará a novas oportunidades comerciais no futuro.”

O Google anunciou a nova versão de seu mecanismo de busca no início deste mês, a chamada Search Generative Experience, que será lançada nas próximas semanas por meio de uma lista de espera.

A gigante da tecnologia já oferece uma ferramenta que pode gerar automaticamente anúncios para marcas. Essa ferramenta agora terá capacidades de IA generativa e poderá criar anúncios com base no contexto da consulta de um usuário, disse o Google.

A Microsoft começou a testar anúncios em seu mecanismo de busca alimentado por IA, o Bing, e a realizar reuniões com agências de publicidade já em fevereiro.

(Reportagem de Sheila Dang em Dallas)