Em faturamento

Flamengo pode ser primeiro time do Brasil a alcançar R$ 1 bilhão – mas com “pegadinha”

Rubro-Negro carioca está deixando o maior rival das finanças, o Palmeiras, para trás

arrow_forwardMais sobre
Gabigol, do Flamengo, beijando a camisa do time
(Reprodução/ Facebook Flamengo)

SÃO PAULO – Neste sábado (23) o Flamengo enfrenta o River Plate em Lima, Peru, pela final da Libertadores. Pode ainda ser campeão do Brasileirão sem entrar em campo neste domingo, dependendo dos resultados dos jogos. O excelente ano dentro de campo também se reflete fora das quatro linhas: nas finanças. E o Rubro-Negro carioca pode se tornar o primeiro time brasileiro a alcançar R$ 1 bilhão em faturamento.

Segundo Cesar Grafietti, economista e especialista em análises financeiras do universo esportivo, afirma que se o Flamengo realmente se consagrar campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes, “há boa chance de clube ‘oficialmente’ fechar com pouco acima de R$ 1 bilhão de receitas”.  

Se até pouco o time carioca rivalizava praticamente de igual para igual com o Palmeiras em termos financeiros, o alviverde está ficando para trás. Enquanto o Flamengo teve lucro de R$ 75 milhões ao fim do terceiro trimestre deste ano, o clube paulista terminou o trimestre com um prejuízo de R$ 33 milhões, de acordo com os balanços divulgados. 

PUBLICIDADE

Dinheiro é do Flamengo?

No entanto, Grafietti explica que há uma “pegadinha” na conta do bilhão: a venda de atletas. “O clube registra o valor integral da venda de atletas, porém parte da receita deve ser direcionada a outros clubes que têm direitos sobre os atletas vendidos, e consequentemente o dinheiro não é do Flamengo. Contabilmente, aparece como receita do clube – e a parte dos terceiros entra como custo. Sempre faço o ajuste”, explica.  

Assim, o Flamengo pode alcançar o R$ 1 bilhão em receitas, mas, excluindo a parte de terceiros da venda de atletas (que na prática só consta no clube por questões legais, e portanto, não pertence ao Rubro-Negro), o valor deve chegar em R$ 894 milhões. Ainda muito mais do que os R$ 653,8 milhões alcançados pelo Palmeiras campeão brasileiro de 2018 e a maior da história do futebol nacional até então.   

Ainda, o especialista fez um segundo exercício, considerando outra variável, que são as premiações. Como esse tipo de valor não necessariamente é recorrente, se excluirmos a venda de atletas mais as premiações a receita final deveria ser de cerca de R$ 585 milhões, que seria o valor que o clube tem maior possibilidade de repetir no próximo ano.

Veja:

 9 meses** 3 meses** 12 meses** 
 set/19 dez/19 dez/19 
RECEITAS Real Projeção  Projeção  
TV 161,3 112,4 273,7 
Venda Atletas 295,0  295,0 
Publicidade 52,0 30,0 82,0 
Bilheteria / ST 105,4 65,0 170,4 
Social 29,0 11,0 40,0 
Premiações Libertadores 102,3 102,3 
Premiações Mundial 21,0 21,0 
Outras 12,7 6,0 18,7 
Total 655,4 347,7 1.003,1 
Total 2* 546,1347,7893,8
*Em milhões;
**Receita total excluindo a parte de terceiros da venda de atletas;

Assim, para o especialista, “formalmente o clube pode chegar ao bilhão, mas realisticamente é só em função de um critério contábil”. De qualquer maneira, para fins de narrativa, valerá sempre o que foi publicado no balanço do clube, “que não está errado” – ou seja, o Flamengo pode se tornar bilionário ainda em 2019.   

Invista seu dinheiro para realizar seus maiores sonhos. Abra uma conta na XP – é de graça.

PUBLICIDADE