E novo MCMV

Fim do monopólio da Caixa sobre o FGTS está em estudo, diz jornal

Governo vê no Brasil um país grande demais para um só banco gerir o fundo de garantia dos trabalhadores, de acordo com o Estadão 

SÃO PAULO – Está em discussão no governo a possibilidade de acabar com o monopólio da Caixa Econômica Federal sobre o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), junto a uma reformulação do programa Minha Casa Minha Vida. A informação é do Estadão. 

Pela regra atual, a Caixa recebe 1% dos aportes do fundo para gerenciar o fundo, valor que chegou a R$ 5,1 bilhões no ano passado. Estaria em estudo cotar com outros bancos uma cobrança menor pelo mesmo trabalho, de acordo com o jornal. 

Já o Minha Casa Minha vida pode deixar de garantir descontos na aquisição de imóveis para se tornar uma espécie de seguro contra calotes para os bancos financiadores da habitação de pessoas de baixa renda. O diretor do departamento de FGTS do ministério da Economia, Igos Vilas Boas de Freias, disse ao Estado que isso ampliaria o número de beneficiários e permitiria baratear o custo da operação. 

PUBLICIDADE

Hoje, o FGTS destina R$ 9,6 bilhões ao ano para o MCMV e é o principal responsável pela manutenção do programa. 

Invista melhor o seu dinheiro. Abra uma conta gratuita na XP.