Meios de pagamentos

Facebook cria nova divisão para gerenciar serviços financeiros em seus aplicativos

Nova divisão pretende completar as operações de pagamentos pelo WhatsApp no Brasil e na Índia

Celular com o logo do Facebook rodeado de cartões de crédito
(Shutterstock)

SÃO PAULO – O Facebook está lançando uma nova divisão para expandir seus negócios de pagamentos eletrônicos, segundo informações da Bloomberg.

O Facebook Financial – ou F2 – supervisionará todos os projetos de pagamentos da holding, incluindo o Facebook Pay, serviço lançado em 2019, que permite aos usuários enviar e receber dinheiro por meio das suas redes sociais – Facebook, WhatsApp, Instagram e Messenger.

O executivo responsável pela nova unidade é David Marcus, que ajudou a desenvolver o projeto da criptomoeda do Facebook, a libra. Marcus, que já esteve à frente do Messenger e do PayPal, continuará no comando da Novi, divisão que desenvolve a carteira digital para armazenar a criptomoeda. O executivo se dividirá entre os projetos de pagamentos do WhatsApp e da Novi.

PUBLICIDADE

“Temos muito comércio acontecendo no Facebook”, disse Marcus à Bloomberg“Parecia que a coisa certa a fazer era racionalizar a estratégia no nível da empresa em relação a todos os pagamentos. É útil ter conhecimento específico em regulamentação de serviços financeiros para construir as coisas da maneira certa desde o início”, afirmou.

O Facebook contratou ainda Stephane Kasriel, ex-CEO da Upwork, para o cargo de vice-presidente de pagamentos, que irá atuar sob a supervisão de Marcus.

De acordo com a Bloomberg, uma das prioridades da divisão será completar as operações de pagamentos do WhatsApp na Índia e no Brasil e superar obstáculos regulatórios nos dois mercados. 

Anunciado em junho no Brasil, o WhatsApp Pay teve que suspender o lançamento do serviço no país, após uma determinação do Banco Central, que interrompeu o processo dizendo que haveria risco para o sistema financeiro e alegou que a medida tinha o objetivo de preservar um ambiente competitivo, seguro, transparente e aberto.

À época, o Conselho Administrativos de Defesa Econômica (Cade) também entrou com uma medida cautelar para suspender a parceria entre Facebook e Cielo para “mitigar potenciais riscos à concorrência”. Apesar de o Cade ter liberado a parceria entre as duas empresas, o WhatApp Pay ainda aguarda liberação do BC para operar no Brasil.

A nova divisão é um dos esforços mais recentes do Facebook para expandir suas operações para o comércio e a área de pagamentos digitais.

Nos últimos anos, a companhia mudou as logomarcas dos seus aplicativos, passando a incluir “from Facebook” em todos eles com o objetivo de deixar em evidência quais são os produtos e serviços sob tutela da companhia.

Uma das ideias é que com as compras no Instagram, Messenger e WhatsApp, a publicidade do Facebook terá mais valor porque os usuários passarão mais tempo nos aplicativos da empresa.

O Facebook sofreu um boicote publicitário no último mês por conta da sua política de moderação de mensagens de ódio na rede social e controle de notícias falsas. O boicote comandando pela organização não governamental Stop Hate for Profit (Pare de lucrar com o ódio, em tradução livre) conseguiu o apoio de mais de 400 marcas, entre negócios de diferentes segmentos, como Microsoft, Volkswagen e Heineken.

“Conforme os pagamentos crescem no Messenger e no WhatsApp e como somos capazes de implementá-los em mais lugares, acho que isso só vai crescer como uma tendência”, disse o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, durante a teleconferência de divulgação dos resultados do segundo trimestre da empresa.

(Com informações da Bloomberg)

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.