US$ 1 bilhão

Facebook compra startup para controlar computadores com a mente

A maior rede social do mundo vai pagar entre US$ 500 milhões e US$ 1 bilhão pelo negócio, segundo pessoas a par do acordo

(Bloomberg) — O Facebook fechou um acordo para adquirir a CTRL-Labs, uma startup de tecnologia cujo software permite que as pessoas controlem um avatar digital usando apenas o pensamento. A maior rede social do mundo vai pagar entre US$ 500 milhões e US$ 1 bilhão pelo negócio, segundo pessoas a par do acordo.

Fundada há quatro anos, a startup de capital fechado tem dezenas de funcionários e levantou dezenas de milhões em capital de risco. A empresa usa uma pulseira para medir a atividade dos neurônios no braço de um usuário para determinar o movimento em que a pessoa está pensando, mesmo que não esteja fisicamente em movimento. Essa atividade neuronal é então traduzida em movimento em uma tela digital. O Facebook não quis comentar sobre o preço da aquisição.

A tecnologia desenvolvida pela CTRL-Labs pode um dia se tornar parte fundamental de produtos como óculos de realidade aumentada (AR, na sigla em inglês), em que um usuário pode querer controlar um computador sem a necessidade de botões ou teclado. “Suas mãos podem estar no bolso, atrás de você”, explicou Thomas Reardon, presidente da CTRL-Labs, em conferência do setor em dezembro passado. “É a intenção [de se mover], não o próprio movimento” que controla o avatar, disse.

PUBLICIDADE

O Facebook tem apostado na tecnologia de realidade aumentada, como no desenvolvimento de um par de óculos AR de mãos livres. Em 2017, a empresa anunciou uma “interface cérebro-computador” que um dia poderia permitir que as pessoas transformem seus pensamentos em texto real em uma tela, monitorando sinais no cérebro. A tecnologia CTRL-Labs tenta resolver um problema semelhante.

“A pulseira decodificará esses sinais [neurais] e os converterá em um sinal digital que seu dispositivo possa entender”, escreveu Andrew Bosworth, responsável por realidade aumentada e realidade virtual (VR) do Facebook, em um post anunciando o acordo. A pulseira “captura sua intenção para que você possa compartilhar uma foto com um amigo usando um movimento imperceptível ou apenas com a intenção de fazê-lo.”

A CTRL-Labs, com sede em Nova York, levantou US$ 67 milhões, de acordo com a Crunchbase, e possui uma lista de investidores de alto perfil, que incluem Spark Capital, GV, do Google, Alexa Fund, da Amazon.com, e Founders Fund. Os funcionários da CTRL-Labs vão passar a fazer parte da equipe do Reality Labs do Facebook, que trabalha com produtos de AR e VR.

Invista melhor o seu dinheiro. Abra uma conta gratuita na XP.