Séculos de história

Este mapa mostra as empresas mais antigas que continuam operando em cada país

No Brasil, a empresa mais velha que continua em operação é a Casa da Moeda; campeã mundial em longevidade constrói templos

Mapa-mundi com as empresas mais antigas de cada continente
Infográfico das empresas (Reprodução/Business Financing)

SÃO PAULO – Quanto uma empresa pode durar? 100 anos? 500 anos? Mais que isso? E o que têm em comum as sobreviventes? Com essas dúvidas como referência, o site britânico Business Financing  mapeou as companhias mais antigas de cada país que ainda estão em atividade, e montou os gráficos que ilustram esta reportagem.

Alguns achados são surpreendentes. A empresa mais antiga ainda em operação está no Japão. É uma empresa de construção chamada Kongo Gumi, que data do ano de 578 e se especializou na construção de templos por 14 séculos.

Embora a companhia tenha sido comprada por um conglomerado de construção, ela mantêm certa independência. O curioso é que o foco continua o mesmo do século VI, já que os templos ainda representam 80% de seus negócios.

No Brasil, a mais longeva que continua em operação é a companhia estatal responsável pela impressão oficial de papel-moeda, a Casa da Moeda. Localizada no Rio de Janeiro, a Casa da Moeda do Brasil foi fundada no fim do século XVII, em 1694, pelo Rei D. Pedro II de Portugal, durante o auge da colonização portuguesa.

Antes de chegar ao Rio de Janeiro, passou por Salvador e Recife, até se estabelecer por definitivo no estado carioca em 1702 – onde ainda permanece operante e passa por um período de incertezas com a sua potencial privatização.

Segundo a publicação, os dados ajudam a traçar, em um sentido mais amplo, uma visão das indústrias e companhias que ajudaram a moldar a economia de cada nação. O mapa também levanta um debate sobre aspectos sombrios da história, à medida que muitas nações acumularam riquezas com a ajuda do colonialismo e da escravidão entre os séculos XIV e XIX.

Como podemos ver pelos continentes, na maioria das vezes, as empresas mais antigas em terras colonizadas são bancos, ferrovias e correios que foram estabelecidos pelas administrações coloniais para criar uma infraestrutura que melhor atendesse às necessidades econômicas das metrópoles.

América do Sul

Na América Latina, a empresa mais antiga que continua em atividade é a Casa Nacional de Moneda do Peru, fundada em 1565 durante a colonização espanhola na região.

Dos nove países analisados pelo levantamento, cinco possuem como empresas mais antigas as respectivas fabricantes de papel-moeda: além de Brasil e Peru, é o caso de Colômbia, Bolívia e Argentina.

Não há informações sobre as companhias do Paraguai, Equador, Suriname ou Guiana Francesa.

Empresas mais antigas da América Latina (Reprodução/Business Financing)

América do Norte e Central

A empresa mais antiga na outra parte do continente americano é a Casa da Moeda do México, fundada em 1534, também durante a colonização espanhola.

Já nos Estados Unidos, a marca da escravidão continua um fardo para a empresa mais antiga em atividade no país. A Shirley Plantation, localizada na Virgínia, foi fundada em 1613. A fazenda mantida por escravos cultivava tabaco, que era então enviado para a Europa.

Já no Caribe, a empresa mais antiga em funcionamento é a Mount Gay Rum, a mais antiga destilaria de rum operante no mundo, localizada na ilha de Barbados. A ilha foi, por séculos, uma rica colônia britânica, com muitas plantações de açúcar, além de ser o centro do comércio de escravos africanos nas Américas.

Empresas mais antigas da América do Norte e Central (Repdorução/Business Financing)

África

Na África, a empresa mais antiga é o Serviço Postal das Ilhas Maurício, localizada na costa leste africana. A companhia foi fundada em 1772 pela França.

As marcas do colonialismo são mais fortes e recentes no continente africano. Diferentemente da América do Sul, a África sofreu um processo colonial tardio, o que evidencia o porquê de a maior parte das companhias terem sido fundadas durante o século XIX.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta gratuita na XP!

Boa parte das empresas mais antigas da África está nos setores de serviços postais e bancos – a grande maioria fundada pelos antigos colonizadores.

Empresas mais antigas da África (Reprodução/Business Financing)

Europa

Enquanto as empresas mais antigas das Américas e da África foram fundadas para servir aos caprichos e necessidades dos colonizadores, na Europa, grande parte das companhias mais velhas do continente estão relacionadas com produtos tradicionais que refletem a cultura de cada país.

Em grande parte da Europa, cervejarias, vinícolas, bares e restaurantes dominam a lista das companhias mais maduras ainda em funcionamento.

Localizado nas muralhas da Abadia de São Pedro em Salzburg, na Áustria, o St. Peter Stifts Kulinarium abriu em 803 e continua sendo o restaurante mais antigo da Europa em que ainda é possível realizar uma refeição. Segundo rumores, a estalagem chegou a receber ilustres clientes, como Cristóvão Colombo e Mozart.

A Staffelter Hof Winery, uma vinícola e pousada na Alemanha, que remonta ao ano de 862, é a vinícola mais antiga do mundo. Hoje, o estabelecimento é um grande ponto turístico do país. A Irlanda abriga o mais antigo pub do mundo. O Sean’s Bar foi fundado em 900 e continua operando e servindo cervejas e xícaras de irish coffee até os dias de hoje.

Saindo do padrão de alimentos e bebidas, o negócio mais antigo da França é a casa da moeda do país: Monnaie de Paris, que foi fundada em 864 e produziu diversas moedas diferentes ao longo dos anos. Desde o luís, moeda oficial durante o reinado de Luis XIII, até o atual euro. O órgão chegou a produzir o reichsmark, moeda alemã de 1929 a 1948, durante a ocupação nazista.

Empresas mais antigas da Europa (Reprodução/Business Financing)

Ásia

Em 578, o budismo estava em ascensão no Japão, mas os japoneses não tinham experiência na construção de templos. A família real, então, convidou um renomado construtor de templos coreanos, Shigemitsu Kongo, para construir o primeiro templo do governo do país. Foi, então, fundada a Kongo Gumi.

Shigemitsu ficou no país para manter o edifício em boas condições e passou adiante seu conhecimento, de modo que, 14 séculos depois, a construção de templos religiosos ainda representava 80% dos negócios de Kongo Gumi.

Assim como os continentes africano e americano, a Ásia – principalmente o sudeste asiático – sofreu bastante com a colonização europeia. Na Malásia e na Cingapura, por exemplo, as empresas mais antigas que ainda estão em funcionamento são os serviços postais de cada país, o PosMalaysia e o Singapore Post

Empresas mais antigas da Ásia (Reprodução/Business Financing)

Oceania

A história da companhia mais antiga da Austrália que ainda opera começa quando Isaac Nichols, um ex-condenado, foi nomeado Postmaster para Nova Gales do Sul. Ele usou sua própria casa para classificar as correspondências e abriu a primeira agência dos correios do território logo depois, a  Austrália Post em 1809, agora também conhecida como AusPost.

Em julho de 1861, pouco mais de 50 anos após a abertura da agência postal de Nichols, um ato para incorporar os proprietários do “The Bank of New Zealand” foi aprovado pelo Parlamento. Isso permitiu à nova corporação começar a realizar as atividades usuais de um banco e também emitir suas próprias notas. O banco ainda está em atividade e é um dos quatro grandes bancos da Nova Zelândia.

Empresas mais antigas da Oceania (Reprodução/Business Financing)

Confira a pesquisa completa e mais dados no site do Business Financig