Mudança

Empresa que comprou Walmart no Brasil quer transformar mercados em lojas de atacarejo

A informação partiu de um sócio-diretor da Advent no Brasil, Patrice Etlin, que, a jornalistas, negou ter a intenção de abrir novas lojas do Walmart

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Walmart anunciou na última segunda-feira (4) a venda de 80% das suas operações no Brasil para a empresa de private equity Advent Global, que, segundo a Reuters, deve transformar as lojas não lucrativas do hipermercado em lojas de atacarejo.

A informação partiu de um sócio-diretor da Advent no Brasil, Patrice Etlin, que, a jornalistas, negou ter a intenção de abrir novas lojas do Walmart. A empresa vai optar por “converter” os formatos das lojas do Walmart nos próximos dois anos, em uma operação que terá investimentos de “bilhões de reais”, segundo Etlin.

Quando a compra foi anunciada, a Advent se pronunciou em comunicado:  “Acreditamos que com nosso conhecimento do mercado local e expertise em varejo, poderemos posicionar a empresa para gerar resultados expressivos e alcançar novos patamares de sucesso no Brasil. Planejamos investir no negócio e trabalhar com a equipe da empresa para criar um ambiente mais ágil e moderno, a fim de acelerar o seu desenvolvimento e melhorar a experiência do consumidor”, disse, em nota, Patrice Etlin, Managing Partner da Advent International.

Aprenda a investir na bolsa

O negócio ainda está sujeito a aprovação regulatória. Segundo o Walmart, o intuito da operação é melhorar o posicionamento da rede no Brasil. Nos Estados Unidos, a venda das operações devem registrar uma perda líquida sem efeito em caixa de US$ 4,5 bilhões, a ser registrada no segundo trimestre deste ano.