Energia

Eletrobras convoca assembleia para definir sobre venda de distribuidoras

Segundo modelo feito pelo BNDES, a venda das distribuidoras, que deve ocorrer até abril, será realizada pelo preço mínimo de R$ 50 mil

Usina Eólica Volta do Rio – Ceará *** Local Caption *** Vista dos aerogeradores durante a visita técnica à usina Eólica Volta do Rio no Ceará. Usina eólica conectada a SE SOBRAL III, Chesf. A usina pertence ao grupo Energimp S/A, controlado pela IMPSA WIND (Industrias Metalúrgicas Pescarmona S.A.).

SÃO PAULO – A Eletrobras (ELET3; ELET6) convocou uma Assembleia Geral Extraordinária para o dia 8 de fevereiro para deliberar sobre a venda do controle acionário de 6 distribuidoras no Norte e Nordeste, operação que pode aprovar a assunção pela estatal de dívidas bilionárias para estimular interessados nos ativos deficitários.

Uma resolução da Secretaria Geral do governo e do Ministério de Minas e Energia publicada no Diário Oficial de 28 de dezembro dizia que a AGE da Eletrobras deveria ser realizada até 8 de fevereiro, depois de adiamento em relação ao prazo anterior, que estabelecia a data limite como 29 de dezembro.

Segundo modelo feito pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), a venda das distribuidoras, que deve ocorrer até abril, será realizada pelo preço mínimo de R$ 50 mil, com o compromisso de os compradores realizarem um aporte financeiro no capital social das seis empresas no total de R$ 2,4 bilhões. As elétricas foram avaliadas pelo BNDES em R$ 10,2 bilhões.

PUBLICIDADE

Este processo de venda das distribuidoras é considerado um passo bastante importante no processo de privatização da Eletrobras, que deve ocorrer ainda este ano. Sem esses ativos deficitários, investidores teriam mais interesse na aquisição da companhia.