Resultados

Dona do TikTok tem lucro de US$ 3 bi e dobra receita

A ByteDance deve muito do sucesso ao TikTok, já que o aplicativo se tornou muito popular entre adolescentes e jovens de todo mundo nos últimos meses

arrow_forwardMais sobre
Imagem de tela de celular com os ícones de TikTok e Instagram lado a lado
(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

(Bloomberg) — A ByteDance, que controla o TikTok, gerou lucro líquido de mais de US$ 3 bilhões e receita superior a US$ 17 bilhões no ano passado, números que mostram que a startup mais valiosa do mundo ainda cresce a um ritmo acelerado, segundo pessoas com conhecimento do assunto.

A receita do ano passado foi mais do que o dobro dos cerca de US$ 7,4 bilhões em 2018, impulsionada pela forte expansão do tráfego de usuários que capta anunciantes da Tencent e Baidu. As pessoas não quiseram ser identificadas porque os dados financeiros não são públicos.

A ByteDance surgiu como um dos casos de sucesso mais surpreendentes do setor de tecnologia, uma empresa chinesa inovadora que desafia o domínio global de gigantes da Internet nos EUA.

Aprenda a investir na bolsa

A empresa atrai cerca de 1,5 bilhão de usuários ativos mensais em uma família de aplicativos que inclui a plataforma de vídeos curtos TikTok, seu gêmeo chinês Douyin e o serviço de notícias Toutiao. Neste mês, a empresa contratou o czar de streaming Kevin Mayer da Walt Disney para assumir o cargo de CEO do TikTok.

A empresa deve muito do sucesso ao TikTok, popular entre adolescentes americanos. A ambiciosa empresa também investe pesado em uma infinidade de novas arenas, como jogos, busca na Internet e música.

A ByteDance conseguiria um valuation entre US$ 150 bilhões e US$ 180 bilhões em uma oferta pública inicial, um prêmio em relação às vendas de 20% em comparação com a gigante de redes sociais Tencent, graças a uma maior presença global e crescente negócio de jogos, segundo estimativas do analista Ke Yan, da DZT Research, em Cingapura.

“Nenhuma das empresas de tecnologia chinesas alcançou esse nível de sucesso no mercado global antes da ByteDance”, disse, acrescentando que a empresa de redes sociais também não possui muita dívida.

“O fato de a ByteDance estar lucrando, se for verdade, e estar sentada em uma pilha de US$ 6 bilhões, significa que não está com pressa de ir ao mercado para levantar capital e, portanto, é menos propensa a oferecer as ações a um preço mais razoável para investidores de IPO.”

A ByteDance, sob o comando da Zhang Yiming, se torna uma rival viável às gigantes Facebook e Alphabet. O Instagram, unidade do Facebook, trouxe cerca de US$ 20 bilhões em receita de publicidade em 2019, informou a Bloomberg anteriormente. O Google disse que sua unidade de vídeo YouTube registrou US$ 15,1 bilhões em vendas de anúncios no ano passado.

PUBLICIDADE

Representantes da ByteDance não responderam a um pedido de comentário.