Retomada gradual

Disney vai reabrir seus parques temáticos na Flórida a partir de 11 de julho

Novas regras serão adotadas, como o uso obrigatório de máscaras e verificações de temperatura de visitantes e funcionários

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Disney deve reabrir seus parques temáticos nos EUA a partir de 11 de julho, início do verão no hemisfério norte, após as atrações ficarem quase três meses fechadas devido à pandemia de coronavírus. A empresa afirma que funcionários e visitantes deverão seguir regras como o uso obrigatório de máscaras e verificações de temperatura.

O complexo em Orlando, na Flórida, planeja abrir os parques Animal Kingdom e Magic Kingdom em 11 de julho, seguidos pelo Epcot e Hollywood Studios em 15 de julho.

O plano de retomada foi apresentado em uma reunião interna e foi enviado para a aprovação final de Ron DeSantis, governador da Flórida, segundo informações do site “Business Insider”.

Aprenda a investir na bolsa

Na mesma reunião, também foi proposta a reabertura ao público do SeaWorld, que é administrado pela SeaWorld Parks&Entertainment, e seus outros dois parques no complexo de Orlando (Discovery Cove e Aquatica), em 11 de junho, um mês antes do restante das atrações da Disney.

Segundo a Disney, além do uso obrigatório de máscaras e verificações de temperatura de visitantes e funcionários, a lavagem das mãos e o distanciamento social serão incentivados

A empresa não respondeu ao Business Insider sobre outras restrições que os parques poderão implantar nessa primeira fase de reabertura. É provável que a empresa  limite a capacidade de pessoas, como fez quando reabriu seu parque na China e o Disney Springs, complexo de lojas e restaurantes em Orlando.

No primeiro caso, a Disney Shanghai reabriu no início de maio com procedimentos como o uso de máscaras e distanciamento social. O parque está operando com capacidade limitada e os ingressos se esgotaram rapidamente.

Na semana passada, a empresa também reabriu seu shopping temático na Flórida também com a capacidade reduzida, além de implantar procedimentos obrigatórios semelhantes aos do parque na China, também visando a redução de contato.

Segundo o site, os desfiles e fogos de artifício serão temporariamente suspensos durante o funcionamento dos parque.

PUBLICIDADE

A Disney e o SeaWorld ofereceram propostas semelhantes às da Universal, apresentadas na semana passada ao governo estadual da Flórida, focando em medidas de segurança para conter os efeitos da covid-19.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.