Bela Remuneração

Diretores da BM&FBovespa esperam receber bônus de R$ 2,5 milhões em 2014

A verba, deliberada pelo conselho da Bolsa, inclui uma proposta de salário mensal de R$ 73,5 mil aos diretores e R$ 917 mil de benefícios ao ano

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – No final da semana passada, o conselho de administração da BM&FBovespa (BVMF3) aprovou, entre diversos assuntos em pauta, o pagamento de bônus de aproximadamente R$ 2,5 milhões para cada diretor no exercício de 2014. A decisão, no entanto, ainda vai passar por Assembleia Geral Ordinária marcada para o dia 24 de março. 

Em reunião do dia 13 de fevereiro, o conselho deliberou uma verba total de R$ 18,085 milhões, a ser dividida aos 5 diretores da administradora da bolsa brasileira. Deste montante, R$ 4,778 milhões é de remuneração fixa (composta por 13 salários ao ano), R$ 917 mil de benefícios (que inclui assistência médica e odontológica, seguro de vida, ticket refeição, previdência privada, benefício de uso de veículo, check up, estacionamento e uso de telefone celular) e R$ 12,390 milhões em remuneração variável ou bônus (que leva em consideração as avaliações de desempenho individuais).

Pela proposta, cada diretor receberia então R$ 73,507 mil de salário por mês, R$ 183,4 mil de benefícios e R$ 2,478 milhões de bônus no ano.

PUBLICIDADE

Atualmente, a diretoria da Bolsa é composta por: Edemir Pinto, diretor presidente; Eduardo Guardia, diretor executivo de produtos e relações com investidores; Cícero Augusto Vieira Neto, diretor executivo de operações, clearing e depositária; Luís Otávio Saliba Furtado, diretor executivo de tecnologia; e Daniel Sonder, diretor executiva financeiro e corporativo

Além disso, foi aprovado também uma remuneração fixa de R$ 5,967 milhões para o conselho de administração, a ser divido pelos 11 membros.