Plano de negócios

Diretor da Petrobras evita comentar sobre plano de negócios

"Estamos a dois dias da reunião, qualquer coisa que eu falar aqui vai estragar", afirmou o diretor, após participar da abertura do Seminário sobre Gás Natural, promovido pelo Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP).

Aprenda a investir na bolsa

O diretor de gás e energia da Petrobras (PETR3;PETR4), Hugo Repsold, evitou comentar o andamento e as premissas do Plano de Negócios e Gestão (PNG) da Petrobras para os próximos cinco anos. O tema estará na pauta da reunião do Conselho de Administração da companhia, na sexta-feira, 26.

“Estamos a dois dias da reunião, qualquer coisa que eu falar aqui vai estragar”, afirmou o diretor, após participar da abertura do Seminário sobre Gás Natural, promovido pelo Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP). Questionado sobre se haveria alguma decisão do colegiado, o executivo afirmou apenas que “vai haver reunião do conselho”.

O mercado espera uma definição sobre o corte de investimentos da companhia para o período entre 2015 e 2019. Na terça-feira, 23, fontes próximas ao colegiado, ouvidas pelo Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, garantiram que o corte deve ficar em torno de 40%, com investimentos estimados em US$ 130 bilhões para o período. Entretanto, outras fontes indicam que o corte pode ficar em aproximadamente 25%, o que provocou reações negativas do mercado.

Aprenda a investir na bolsa

Em nota, na manhã de hoje, a estatal indicou que não há uma definição sobre o tamanho dos cortes previstos. Segundo a petroleira, o plano de negócios ainda está em fase de “elaboração”.