Dia D

Conselho da Vale decide hoje sobre a saída de Murilo Ferreira da presidência

Segundo o jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a reunião ocorre às 9h, na sede da companhia no Rio de Janeiro, e a tendência é que ele deixe o comando da mineradora

SÃO PAULO – Na manhã desta sexta-feira (24) deve ser tomada uma grande decisão pelo Conselho de Administração da Vale (VALE3; VALE5): o presidente Murilo Ferreira continua ou não no cargo? Segundo o jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a reunião ocorre às 9h (horário de Brasília), na sede da companhia no Rio de Janeiro, e a tendência é que ele deixe o comando da mineradora.

As discussões sobre o caso começaram quando Michel Temer assumiu a presidência do país, e ganhou força nas últimas semanas conforme se aproximava a reunião do conselho da companhia, que é liderado pelo presidente da Previ, Gueitiro Genso. Jardim afirma que tucanos, peemedebistas, arrivistas e outros grupos têm trabalhado bastante pela saída de Ferreira.

O mandato do atual presidente da mineradora se encerra em maio, e caso saia, estará deixando a companhia em um dos seus melhores momentos diante da disparada do minério de ferro, aliado a uma administração que cortou gastos e vendeu ativos da empresa, levando a um forte lucro de R$ 13 bilhões em 2016, superando todas as expectativas dos analistas.

PUBLICIDADE

Vale lembrar ainda, que no início desta semana foi divulgado o novo acordo de acionistas da Vale, que, entre outras coisas, prevê o início da migração da empresa para o Novo Mercado (o que levará ao fim das ações PN e irá pulverizar seu controle), além da extinção da Valepar, holding controladora da mineradora e que reúne os acionistas Litel (onde estão representados Previ, Fundação Ces, Petros e Funcef), Mitsui, Bradespar, BNDESpar e Elétron.

O jornalista do Globo ainda destaca que após decidida a saída de Ferreira, deve ter início uma nova novela na companhia para decidir quem assumirá o comando da empresa, já que há uma grande briga política nos bastidores. Mesmo sendo uma empresa privada, o novo presidente da Vale será escolhido pelo presidente Temer.