Compra do Carrefour pelo Wal-Mart seria prejudicial ao Pão de Açúcar, alerta Ativa

Aquisição levaria a empresa norte-americana ao posto de líder do mercado, com um market-share estimado em até 25%

SÃO PAULO – Uma possível compra da unidade brasileira do Carrefour pelo Wal-Mart seria prejudicial às ações do Pão de Açúcar (PCAR5), alerta Julia Monteiro, analista da Ativa.

A aquisição levaria o Wal-Mart ao posto de liderança em termos de market-share no Brasil, ressalta a analista, estimando um número entre 20% e 25% de participação no mercado.

Monteiro relembra que o negócio não foi confirmado, mas que desde o final de 2010, quando foi descoberta uma perda contábil de R$ 550 milhões no Carrefour Brasil, circulam rumores de que o Wal-Mart estuda a compra de seus ativos.

PUBLICIDADE

Cade pode intervir
“Ressaltamos, no entanto, que caso ocorra a aquisição, a nova companhia deverá passar pela aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), podendo assim ser obrigada a vender algumas de suas lojas ou redes, uma vez que a varejista americana possui 484 lojas e o Carrefour Brasil mais de 500 lojas”, pondera.